Jon Jones finaliza Vitor Belfort e mantém cinturão dos meio-pesados do UFC

Dominante, norte-americano chega à vitória no quarto round e vence a quarta defesa do título da categoria consecutiva

iG São Paulo | - Atualizada às

Vitor Belfort subiu ao ringue do Air Canada Center (em Toronto, no Canadá) neste sábado para enfrentar Jon Jones na condição de azarão . Afinal de contas, encarou o lutador que é considerado o futuro do MMA. Se conseguisse surpreender o mundo, conquistaria o segundo título dos meio-pesados da carreira. Não conseguiu. O cinturão permaneceu com o norte-americano, que finalizou Belfort no quarto round.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Getty Images
Jon Jones comemora vitória e manutenção do cinturão dos meio-pesados

Jones, que se tornou o campeão da categoria em março de 2011 ao vencer outro brasileiro (Maurício Shogun), manteve o cinturão dos meio-pesados pela quarta vez. O norte-americano, agora, tem 17 vitórias em 18 lutas no UFC. A única derrota aconteceu em dezembro de 2009, quando foi desqualificado por cotovelada ilegal no combate contra o compatriota Matt Hamill. Belfort, por sua vez, tem agora retrospecto de 21 vitórias e dez derrotas.

O resultado também impediu que o Brasil ultrapassasse os EUA pela primeira vez na contagem de títulos do UFC. Com a derrota de Belfort, o país continua com quatro detentores de cinturão: José Aldo, Anderson Silva, Júnior Cigano e Renan Barão – campeão interino.

INFOGRÁFICO: Veja números de Jon Jones e Vitor Belfort

Após a luta, Jones comemorou o resultado e admitiu que não teve vida fácil contra Belfort no ringue canadense. “Eu me sinto ótimo. Dizem que a adversidade ensina os grande generais. Eu também tenho grandes professores na vida. Me sinto mais forte hoje”, disse. 

E mais: Após encarar Belfort, Jon Jones será espectador em duelo dos irmãos na NFL

Belfort, por sua vez, reconheceu a superioridade do rival: "Ele lutou como um campeão, foi melhor e mereceu ganhar".

A luta

Belfort contou com recepção calorosa do público que compareceu à arena canadense na apresentação – ao contrário de Jones, que foi bastante vaiado. A preferência dos torcedores locais ficou ainda mais evidente durante a luta, quando o brasileiro teve seu nome gritado.

Apesar da hostilidade do público, Jones dominou a luta no primeiro round. O norte-americano não demorou muito para derrubar Belfort, que ainda tentou uma chave de braço, mas não teve sucesso. No chão, o campeão da categoria encaixou uma série de cotoveladas no brasileiro, que pouco conseguiu atacar o rival.

A situação do combate permaneceu a mesma nos dois rounds seguintes. Jones continuou controlando a luta e partiu para golpes no chão sobre Belfort, que trabalhava a guarda para se defender. O norte-americano chegou à vitória logo no minuto inicial do quarto round, quando encaixou uma americana e finalizou o brasileiro.

Título inédito

A luta que precedeu o combate entre Vitor Belfort e Jon Jones representou a primeira disputa do cinturão do peso-mosca da história do UFC. Os norte-americanos Joseph Benavidez e Demetrious Johnson duelaram por cinco rounds e fizeram um combate equilibrado. Por decisão dividida dos jurados, o primeiro título da categoria ficou com Johnson.

Confira todas as lutas do UFC 152:

Card Principal
Jon Jones (EUA) venceu Vitor Belfort (BRA) por finalização no 4º round
Demetrious Johnson (EUA) venceu Joseph Benavidez (EUA) na decisão dos juízes
Michael Bisping (ING) venceu Brian Stann (EUA) na decisão dos juízes
Matt Hamill (EUA) venceu Roger Hollett (CAN) na decisão dos juízes
Cub Swanson (EUA) venceu Charles do Bronx (BRA) por nocaute no 1º round

Card Preliminar
Vinny “Pezão” Magalhães (BRA) venceu Igor Pokrajac (CRO) por finzalização no 2º round
T.J. Grant (CAN) venceu Evan Dunham (EUA) na decisão dos juízes
Sean Pierson (CAN) venceu Lance Benoist (EUA) na decisão dos juízes
Marcus Brimage (EUA) venceu Jimy Hettes (EUA) na decisão dos juízes
Seth Baczynski (EUA) venceu Simeon Thoresen (NOR) por nocaute no 1º round
Mitch Cagnon (CAN) venceu Walel Watson (EUA) por finalização no 1º round
Kyle Noke (AUS) venceu Charlie Brenneman (EUA) por nocaute no 1º round

Leia tudo sobre: UFC 152Vitor BelfortJon Jones

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG