Entidade de MMA negocia contrato até o fim da década com uma das maiores redes de TV norte-americana

Presidente do UFC Dana White disse que só confirmará o acordo quando ele estiver fechado
Getty Images
Presidente do UFC Dana White disse que só confirmará o acordo quando ele estiver fechado
O UFC está perto de dar um importante passo para ganhar espaço renovado nos Estados Unidos. Segundo informações da mídia norte-americana, a entidade deve assinar um contrato de mais de R$ 1 bilhão com a Fox para transmitir seus eventos pelo canal a cabo FX no país.

A rede fechará um acordo de oito anos com o UFC desembolsando 90 milhões de dólares por temporada. O acerto valeria a partir de janeiro, quando o contrato com a Spike TV será encerrado.

Veja também: Chefão do UFC vê Brasil como porta de entrada na América Latina

O FX terá direito de transmitir ao vivo até quatro eventos do UFC (os outros continuariam no pay-per-view), além de passar o reality show "The Ultimate Fighter" e outros vídeos promocionais. O canal também poderá passar combates ao vivo de cards de menor expressão, como o UFC Fight Night.

Questionado sobre o assunto, o presidente Dana White desconversou e negou que qualquer contrato já esteja assinado. Apesar disso, a expetativa nos Estados Unidos é que o anúncio seja feito pela Fox ainda nesta semana.

O UFC chegou a demonstrar interesse em adquirir seu próprio canal a cabo. A maior de entidade de MMA do mundo iniciou as conversas com a NBC para comprar o G4 – voltado para o público masculino na faixa dos 18 aos 35 anos -, mas as partes não chegaram a um acordo.

Além da Fox, canais como a HBO e a TNT mostraram interesse em um acordo com o UFC. A própria Spike TV iniciou as conversas para renovar o contrato com a franquia, mas não chegou a um consenso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.