Maior torneio de MMA do mundo já agendou eventos em seis países diferentes até abril deste ano

Nunca o UFC esteve tão difundido pelo mundo como atualmente. Primeiro evento da temporada, o UFC Rio no dia 14 de janeiro dá início a uma marca que será atingida pelo torneio de maneira inédita. Ao todo, ele chegará a seis países diferentes em exatos quatro meses, um recorde da franquia.

Veja também: Musa do MMA vira estrela de Hollywood e cogita aposentadoria

Após a noite de lutas na Arena HSBC, o UFC irá para os Estados Unidos em quatro eventos consecutivos até regressar para o Japão após mais de 11 anos de afastamento. Não só isso, como o maior torneio de MMA também agendou cards em países como Austrália, Canadá e Suécia, que receberá Ultimate no dia 14 de abril.

Confira ainda: Judoca Tiago Camilo domina Demian Maia em sparring. Assista

“Nós vamos a todos esses países. Além disso, alguns acordos com televisões como o da FOX, nos Estados Unidos, e o da Globo, no Brasil, vão transformar os próximos dois anos em anos mais importantes do que os últimos dez juntos”, afirmou o presidente do UFC, Dana White , em entrevista recente ao iG .

iG Entrevista: Dana White revela lado 'paizão' e incentiva sexo antes das lutas

Além de visitar novamente países como Brasil e Canadá, a diretoria do UFC trabalha para conquistar novos mercados, como o da China. Dana White já revelou sério interesse em levar o torneio até mesmo para Índia e Afeganistão, lembrando que ele promoveu um evento em Abu Dhabi no meio de 2010.null

“Sempre tivemos a ambição de levar o UFC a novos lugares. Isso gerou até algumas reclamações em cidades dos Estados Unidos que não recebem o UFC há algum tempo, mas é algo comum de se acontecer”, completou o mandatário após o UFC 140.

Deixe seu recado e comente a notícia

Porém, mesmo com o interesse de expansão do torneio, Dana White admite que o Brasil continua sendo a nação com maior potencial de crescimento. Por isso, projeta até mesmo que o país verde-amarelo se torneará em breve o maior mercado de MMA do mundo. “Em dois anos vejo isso acontecendo com certeza. O potencial é enorme”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.