Brasileiro fará sua segunda defesa do cinturão da entidade no UFC 136, em Houston, no Texas

José Aldo postou foto ao lado do ex-pugilista e deputado Acelino 'Popó' Freitas antes da oficialização da luta
Reprodução
José Aldo postou foto ao lado do ex-pugilista e deputado Acelino 'Popó' Freitas antes da oficialização da luta
Agora é oficial. Assim como havia antecipado a reportagem do iG , o brasileiro José Aldo defenderá o cinturão dos penas pela segunda vez no UFC 136 do dia 8 de outubro, em Houston. A entidade confirmou o combate do brasileiro contra o norte-americano Kenny Florian nesta sexta-feira à noite.

José Aldo deveria inicialmente retornar ao octógono no início de agosto, contra Chad Mendes. Porém, o lutador de 24 anos voltou a sentir dores na coluna cervical e adiou o duelo. Como Kenny Florian derrotou Diego Nunes em sua estreia na categoria, ele ganhou o direito de disputar o cinturão.

“Em todo treinamento você tenta mudar alguma coisa. Fica difícil, pois todos os lutadores já se conhecem muito bem. Mas assim que sentar para ver a estratégia vou preparar uma surpresa para a galera, podem esperar”, comentou Aldo, prometendo novidades para o duelo.

Em sua estreia no UFC, José Aldo desfigurou o canadense Mark Hominick , no início de maio. O atleta superou o apoio dos 55 mil torcedores de Toronto para o lutador local e levou a melhor na decisão dos juízes.

Nesta sexta-feira, também foi confirmado o duelo entre os brasileiros Demian Maia e Jorge Santiago para o mesmo evento. Outro combate anunciado foi o do campeão dos leves Frankie Edgar na revanche contra Gray Maynard.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.