Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

UFC irá reavaliar desclassificação polêmica de Erick Silva no Rio

Lutador nocauteou Carlo Prater em apenas 29s, mas acabou desclassificado por socos na nuca do rival

iG São Paulo |

A grande polêmica do UFC Rio ainda não acabou. De acordo com o empresário do lutador Erick Silva, Wallid Ismail, a entidade irá reavaliar o resultado do combate entre seu atleta e Carlo Prater. Com isso, a desclassificação de Silva pode ser anulada após a decisão do árbitro Mário Yamasaki.

Veja também: Com novo rival, Demian Maia nega aborrecimento antes do UFC FOX

De acordo com o empresário, o vice-presidente de assuntos reguladores Marc Ratner prometeu avaliar novamente a decisão podendo até transformar a derrota de Silva em uma vitória ou em um no-contest (sem resultado). “O Erick não perdeu a luta de maneira nenhuma”, afirmou Wallid Ismail.

Confira ainda: Anderson Silva faz alerta ao UFC e pede divulgação 'séria' em SP

A polêmica aconteceu após Erick Silva derrubar Prater e desferir uma série de socos na cabeça do adversário. A maioria não pegou na parte de trás, o que é permitido pelas regras do UFC. Mesmo assim, o árbitro brasileiro optou pela desclassificação do atleta e acabou duramente vaiado pela torcida na Arena HSBC.

“Eu apelaria se fosse ele. Ratner é o cara que você fala sobre isso. Tentamos conduzir as coisas da maneira que tem de ser feita, como a comissão atlética faria”, afirmou o presidente Dana White após o duelo, lembrando que no Brasil não há comissões avaliadoras como nos Estados Unidos.

Leia tudo sobre: UFC RioErick SilvaDana WhiteUFCMário Yamasaki

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG