Primeiro episódio do “The Ultimate Fighter” vai ao ar neste domingo com Belfort e Wanderlei Silva como protagonistas

Wanderlei Silva e Vitor Belfort discursam para os participantes do TUF
Digulgação
Wanderlei Silva e Vitor Belfort discursam para os participantes do TUF
A diretoria do UFC é unânime ao eleger o maior responsável pelo crescimento da franquia nos Estados Unidos: o reality show “The Ultimate Fighter”, que colocou o torneio em um novo patamar de popularidade no país. Agora, chegou a vez do programa no Brasil. Neste domingo à noite, o Ultimate estreia o show na TV Globo para alavancar o crescimento do esporte e causar um impacto semelhante no mercado verde-amarelo.

Veja também: Rivalidade entre Wanderlei e Belfort é antiga. Relembre as frases polêmicas

“O TUF vai explodir por aqui. O mercado vai se tornar o maior mercado do mundo no MMA em alguns anos. O Brasil já tem os lutadores mais talentosos do mundo saindo daqui. Acho que será uma loucura”, afirmou o presidente do UFC Dana White em entrevista ao iG , na seleção dos atletas.

Dana White conversa com Vitor Belfort e Wanderlei Silva na gravação do TUF
Divulgação
Dana White conversa com Vitor Belfort e Wanderlei Silva na gravação do TUF
O formato do programa é simples. Os 16 participantes vencedores das primeiras lutas – que vão ao ar neste domingo – serão divididos nas equipes dos dois treinadores: Vitor Belfort e Wanderlei Silva . Depois disso, eles se enfrentam até que os finalistas sejam definidos para a grande final a ser realizada no dia 23 de junho no estádio do Engenhão.

Confira ainda: UFC Rio III pode quebrar recordes e se tornar o maior da história

Vale lembrar que todos os 13 episódios já foram gravados, e os vencedores foram guardados a sete chaves pela Globo. Os atletas também ficaram confinados em uma casa podendo sair apenas para realizar os treinamentos e as lutas no ginásio.

Leia também: Vitor Belfort faz lobby com ministro para legalizar MMA na França

Uma das principais atrações do TUF Brasil é a rivalidade entre Vitor Belfort e Wanderlei Silva . Os dois treinadores ainda vão realizar a aguardada revanche no Engenhão após o primeiro combate dos dois em 1998, vencido por Belfort com um nocaute fulminante.

“As pessoas vão poder ver a rotina de um atleta e como ele se porta na vitória e na derrota. São seres humanos e dão uma lição de garra e perseverança. Fiquei impressionado com o poder de superação desses lutadores e eles vão dar um show para todo o Brasil”, prometeu Wanderlei Silva .

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores do UFC

Uma das principais diferenças do programa em relação aos outros reality shows é que ele será definido exclusivamente pela qualidade técnica dos lutadores. Ou seja, a permanência dos participantes não é definida por escolha do público como no Big Brother Brasil, por exemplo. Avança quem for melhor dentro do octógono.

“O TUF vai mostrar os valores dos atletas. Muitas e muitas pessoas vão se identificar com eles. Existem lutadores que vão virar ícones da noite para o dia. Será algo com conteúdo, mostrando caráter, valor e o estilo de vida de cada um. Precisamos de novos Ayrton Sennas, e o UFC vai trazer isso ao Brasil”, avaliou Vitor Belfort .

Nos Estados Unidos, o “The Ultimate Fighter” é sinônimo de sucesso. Atualmente, o programa está em sua 15ª temporada (sendo duas por ano) e com audiência próxima da casa dos dois milhões de espectadores por episódio.

Foi graças a este programa que o UFC ganhou uma nova gama de fãs no país e elevou seus lutadores à condição de estrelas. A diferença é que lá o show sempre foi transmitido na TV fechada e, por isso, deverá ter impacto ainda maior no Brasil com a transmissão da Globo.

Confira as lutas eliminatórias do primeiro episódio:

Peso pena (66 kg)
Godofredo Pepey x Johnny “Cabeça” Gonçalves
Rony “Jason” Mariano x Dileno Lopes
Hugo “Wolverine” Viana x Alexandre “Sangue” Ramos
Rodrigo Damm x Fabricio “Guerreiro” da Silva
Fernando Guerra x Wagner “Galeto” Campos
John “Macapá” Teixeira x Giovanni “Soldado”
Anistávio “Gasparzinho” Medeiros x Rafael Bueno
Marcus Vinícius “Vina” Pancini x Pedro Nobre

Peso médio (84 kg)
Charles Maicon x Francisco “Massaranduba” Drinaldo
Cezar “Mutante” Ferreira x Gustavo “Labareda” Sampaio
Daniel Sarafian x Richardson “Monstrão” Moreira
Sergio Moraes x Thiago Rela
Tiago “Bodão” Perpétuo x João Paulo “Tuba”
Fabio “Bolinho” da Costa x Renee Forte
Gilberto “Giba” Galvão x Delson “Pé de Chumbo” Heleno
Leonardo “Macarrão” Mafra x Samuel Trindade

* Com João Pontes, em São Paulo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.