Reality Show "The Ultimate Fighter" contará com lutas ao vivo a cada episódio a partir de 2012

Agora é oficial. Nesta quinta-feira, a rede de televisão Fox anunciou a assinatura do contrato para contar com direitos exclusivos de transmissão do UFC dentro da TV aberta nos Estados Unidos. O acordo firmando por ambas as partes começa em novembro e tem validade de sete anos.

O contrato dá direito à Fox de transmitir quatro eventos de grande porte do UFC por ano (o restante continuará ligado ao pay per view). O canal também passará outros cards menores, como o UFC Fight Night e duas temporadas por ano do reality show “The Ultimate Fighter”, que contará com lutas ao vivo a cada episódio.

Os valores não foram divulgados, mas especula-se que a rede de televisão desembolsará 90 milhões de dólares por ano, o que deixaria o UFC com mais de R$ 1 bilhão pelo acerto. Vale lembrar que a parceria não valerá para transmissões no Brasil.

“Este é o máximo que poderíamos atingir dentro dos Estados Unidos. Chegamos a um nível totalmente diferente. Teremos grande lutas ao vivo e queremos conquistar um público novo nos Estados Unidos. O acerto com a Fox era o melhor para isso acontecer”, comentou o presidente do UFC, Dana White.

Além de Dana, a coletiva desta tarde contou com a presença de lutadores com Georges St-Pierre, Rashad Evans e Frankie Edgar. O comediante Kevin James, fanático por MMA, também participou do evento em Los Angeles.

O UFC chegou a demonstrar interesse em adquirir seu próprio canal a cabo. A maior de entidade de MMA do mundo conversou com a NBC para comprar o G4 – voltado para o público masculino na faixa dos 18 aos 35 anos -, mas as partes não chegaram a um acordo.

Além da Fox, canais como a HBO e a TNT mostraram interesse em um acordo com o UFC. A própria Spike TV, última parceira da franquia, iniciou as conversas para renovar o contrato, mas não chegou a um consenso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.