UFC 131: Cigano vence Carwin e garante chance pelo título

Em evento ruim para os lutadores locais, Junior Cigano salva a noite brasileira ao derrotar Shane Carwin na decisão dos juizes

Eduardo Oliveira, iG São Paulo | 12/06/2011 02:36

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

O brasileiro Junior Cigano entrou no octógono, neste sábado, para enfrentar Shane Carwin, na luta principal do UFC 131, com a possibilidade de disputar o cinturão da organização em caso de vitória. Sem se intimidar com a pressão, o atleta catarinense mostrou a conhecida agressividade, além de boa defesa de quedas e excelente preparo físico, para dominar o norte-americano e vencer o duelo na decisão unânime dos juízes.

Com o triunfo, Cigano chega a sétima vitória consecutiva no UFC e será o próximo desafiante ao cinturão de Cain Velasquez. O programa de lutas do UFC 131, evento que aconteceu em Vancouver, no Canadá, trouxe ainda mais três brasileiros em ação, mas o show não foi para os atletas locais: Donald Cerrone derrotou Vagner Rocha, Mark Munoz superou Demian Maia e Kenny Florian venceu Diego Nunes.

<span>Junior "Cigano" dos Santos derrotou Shane Carwin por decisão unânime dos juízes</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Kenny Florian tenta chute contra o brasileiro Diego Nunes</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Mark Munoz tenta golpear Demian Maia</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Vagner Rocha e Donald Cerrone trocam socos em luta vencida pelo norte-americano</span> - <strong>Foto: AP</strong>

Cigano domina Carwin

Conhecido por seu poder de nocaute, Junior Cigano começou o combate cauteloso diante de Shane Carwin, já que o norte-americano é famoso por seu início de luta explosivo. Mas com boa distância, o brasileiro não deu espaço para os ataques do adversário e acertava alguns socos na média distância.

Faltando pouco mais de um minuto para o final do primeiro round, Cigano aplicou uma espetacular sequência de direto e cruzado para levar o oponente a knockdown. Sem perder tempo, o atleta catarinense conectou diversos golpes no adversário, que abriram um enorme sangramento no rosto de Shane.

Já no segundo e terceiro assaltos, o ritmo da luta caiu e o norte-americano chegou a conectar alguns socos e buscar algumas quedas, sempre defendidas pelo brasileiro. Mas com diversos jabs acertados em cheio e algumas quedas, que surpreenderam boa parte do público, Cigano somou pontos e levou a fatura na decisão dos juízes (30x27, 30x27, 30x26).

Após o triunfo, o brasileiro não perdeu a oportunidade e desafiou o campeão Cain Velasquez, que havia subido no octógono: “Cain, eu respeito muito você, mas espere por mim, que vou pra cima de você”, disse Junior, em inglês.

Diego Nunes luta bem, mas é derrotado por Florian

Em sua segunda apresentação do UFC, Diego Nunes iniciou o duelo de forma surpreendente contra Kenny Florian. Sem se intimidar com a experiência e favoritismo do adversário, o brasileiro começou soltando o jogo na luta em pé. Com um boxe alinhado e bons chutes giratórios, Nunes controlou bem a primeira etapa do duelo, chegando a um knockdown nos instantes finais do primeiro round, onde o gongo salvou o norte-americano.

Já no segundo assalto, Florian mudou a estratégia e buscou a luta de solo. Depois de derrubar o brasileiro, Kenny acertou boas cotoveladas em Nunes, que abriram um profundo corte na cabeça do lutador carioca. No terceiro round, o norte-americano repetiu a estratégia do assalto anterior e evitou a trocação.

Após levar a luta para o solo, Florian somou pontos ao acertar alguns golpes por cima. No final da luta, depois de conseguir se levantar, Diego partiu para o ataque, aplicou bons socos e chegou a fazer o oponente a dobrar o joelho com um potente direto, mas já era tarde. No final, vitória de Kenny Florian na decisão unânime dos juízes (29x28, 29x28 30x27)

Demian leva “virada” de Munoz

No duelo entre dois especialistas na luta de solo, o primeiro round do combate transcorreu todo na trocação. Mostrando grande evolução no jogo de boxe, Demian controlou as ações com boas combinações de golpes diante de um assustado Mark Munoz.

No segundo round, o atleta de ascendência filipina voltou melhor e conectou um bom cruzado no brasileiro, que sentiu o golpe. Com Maia abalado, Munoz buscou a queda e trabalhou bem por cima. Demian ainda conseguiu uma inversão, chegou as costas de Mark, mas não conseguiu estabilizar a posição para finalizar a luta.

Já no terceiro assalto, “A Maquina Filipina”, como é conhecido Munoz, voltou com a mesma estratégia e derrubou o brasileiro. Dessa vez, sem dar brechas para Demian, Mark controlou a última parte da luta para sair com mo triunfo na decisão dos juízes (29x28, 29x28, 30x27)

Vagner Rocha estreia no UFC com derrota

Primeiro brasileiro a subir no octógono, Vagner Rocha não teve a esstreia que esperava no UFC. Diante do experiente Donald Cerrone, o lutador carioca não conseguiu se encontrar na luta e levar o oponente para o duelo de solo. Com potentes chutes na coxa, o norte-americano minou a base de Vagner, que se mostrava perdido na luta em pé. Ao final dos três assaltos, vitória de Donald Cerrone na decisão unânime dos juízes (30x27, 30x27, 30x26).

Confira abaixo os resultados completos do evento:

Card Principal

Junior “Cigano” dos Santos derrotou Shane Carwin na decisão unânime dos juízes;
Kenny Florian derrotou Diego Nunes na decisão unânime dos juízes;
Dave Herman derrotou Jon Olav Einemo por nocaute técnico no R2;
Mark Munoz derrotou Demian Maia na decisão unânime dos juízes;
Donald Cerrone derrotou Vagner Rocha na decisão unânime dos juízes.

Card Preliminar

Sam Stout derrotou Yves Edwards por nocaute no R2;
Chris Weidman finalizou Jesse Bongfeldt com uma guilhotina no R1;
Krzysztof Soszynski derrotou Mike Massenzio na decisão unânime dos juízes
Nick Ring finalizou James Head com um mata-leão no R3;
Dustin Poirier derrotou Jason Young na decisão unânime dos juízes
Joey Beltran derrotou Aaron Rosa por nocaute técnico no R3;
Darren Elkins derrotou Michihiro Omigawa na decisão unânime dos juízes.

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo