Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Strikeforce renova acordo com TV e afasta boatos de fusão com UFC

Novo contrato prevê a realização de oito eventos em 2012, mas o torneio não terá mais atletas da categoria pesado

iG São Paulo |

O Strikeforce não acabará tão cedo como foi especulado nos Estados Unidos. Nesta quinta-feira, os donos da empresa afastaram os rumores de fusão com o UFC e anunciaram a renovação do contrato com o canal de televisão Showtime para transmissão das lutas ao vivo no país.

Veja também: Cyborg defende título do Strikeforce contra lutadora dominatrix

“Estamos muito animados com essa renovação com a Showtime e espero grandes eventos do Strikeforce no ano que vem. Nunca pensei que diria isso um dia, mas estou muito ansioso em construir um futuro ao lado do Showtime”, afirmou Dana White, que além de ser um dos donos do Strikeforce é o presidente do UFC.

Com isso, as mulheres continuarão com a oportunidade de disputar um torneio de ponta de MMA, o que não aconteceria no caso da possível fusão. A brasileira Cris Cyborg, por exemplo, corria o risco de perder o título da entidade, o que não acontecerá mais.

Confira ainda: Fabrício Werdum retorna ao UFC contra 'gordinho' Roy Nelson

Apesar disso, o torneio sofrerá algumas mudanças e não contará mais com atletas da categoria pesado. O último evento será a final do Grand Prix da classe entre os norte-americanos Josh Barnett e Daniel Cormier.

O novo acordo entre o Strikeforce e o canal Showtime prevê a realização de oito eventos no ano que vem, todos transmitidos pelo canal. “Era uma meta continuarmos com as transmissões de MMA. Por isso, fizemos questão de renovar”, afirmou o executivo da rede Stephen Espinoza.

Leia tudo sobre: UFCStrikeforceDana Whitecyborg

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG