Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Strikeforce corta Overeem do GP e dá novo rival para Pezão

Entidade cortou o campeão do torneio e anunciou Daniel Cormier em seu lugar

iG São Paulo |

AP
Pezão está a uma vitória da final do GP
O campeão Alistair Overeem não faz mais parte do Grand Prix dos pesados do Strikeforce. Nesta segunda-feira à noite, o holandês foi cortado do torneio por se recusar a lutar contra Antônio Pezão Silva no dia 10 de setembro. Com isso, ele acabou substituído por Daniel Cormier na semifinal do torneio.

Mais cedo nesta segunda, o campeão já havia revelado ameaças dos empresários da Zuffa (donos do Strikeforce e do UFC) referentes à sua recusa pela data do combate. O holandês se recuperava de uma lesão no pé e afirmava que só poderia voltar a lutar em outubro.

“Não sei o que vai acontecer. Recebi algumas ameaças de que eu seria cortado do torneio se não lutasse [no dia 10 de setembro]. Não sei se eles vão realmente fazer isso. Pessoalmente, não gosto de receber ameaças”, afirmou o holandês em entrevista ao site MMA Fighting.

De acordo com alguns sites especializados dos Estados Unidos, o atleta negociava um novo contrato com os donos do Strikeforce, o que pode ter contribuído para sua saída do Grand Prix. Além disso, o atleta afirmou recentemente que gostaria de enfrentar um dos irmãos Wladimir e Vitali Klitschko em uma luta de boxe.

Enquanto isso, o empresário do brasileiro Antônio Pezão diz que o atleta está pronto para enfrentar qualquer adversário. “Só queremos lutar, pode ser quando eles quiserem. Ele gostaria de enfrentar o Overeem, mas pode ser qualquer um”, afirmou em entrevista ao site MMA Weekly, lembrando que Pezão derrotou a lenda Fedor Emelianenko nas quartas de final do torneio .

O novo adversário do brasileiro é um conhecido lutador de wrestling, medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em 2007. Ele ainda é novo no MMA, mas já soma oito vitórias e nenhuma derrota como profissional do vale-tudo.

Leia tudo sobre: OvereemAntônio PezãozuffaUFCStrikeforce

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG