Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Sonnen brilha, finaliza herói de guerra e provoca Anderson Silva

Após derrotar Brian Stann, Sonnen voltou a desafiar o Aranha e prometeu deixar o UFC em caso de derrota na revanche

Rodrigo Farah, enviado iG a Houston |

O lutador mais polêmico do UFC está de volta. Neste sábado à noite, Chael Sonnen retornou ao octógono em grande estilo e finalizou o herói de guerra Brian Stann no segundo round do UFC 136, em Houston (EUA). Após o triunfo, ele voltou a inovar nas provocações. Desafiou Anderson Silva mais uma vez e prometeu deixar o torneio em caso de derrota na revanche contra o Aranha.

“Anderson Silva você é horrível! Eu ganhei de você. Se você me vencer, eu deixarei o UFC para sempre!”, berrou o norte-americano após a vitória, enquanto telão mostrava o brasileiro assistindo à provocação sem graça.

Chael Sonnen ficou afastado mais de um ano devido à suspensão por doping na derrota para Anderson Silva, em agosto de 2010. Neste meio tempo, ele ainda enfrentou um processo por lavagem de dinheiro e só foi liberado com liberdade condicional. Mas neste sábado, o atleta mostrou que ainda é uma das maiores ameaças ao reinado do campeão dos médios.

Quando o duelo começou, os dois foram rapidamente para a grade até Sonnen finalmente conseguir a primeira queda. Especialista da posição, ele continuou no topo até o fim do primeiro round e saiu na frente sem grandes dificuldades.

A história foi a mesma no round seguinte. Até que o desafiante encaixou um bom triângulo com os braços e ficou com a vitória.

Demian vence duelo brasileiro, mas ouve gritos de ‘marmelada’
Mais cedo neste sábado, o UFC promoveu um duelo 100% brasileiro no card preliminar. Demian Maia levou a melhor sobre Jorge Santiago na decisão dos juízes, mas o combate ficou marcado pelas vaias da torcida devido à postura conservadora apresentada por ambos.

Atento nos socos e com duas quedas, Demian fez o suficiente para vencer o primeiro round – o melhor do duelo. Mas depois disso os atletas evitaram as trocas abertas, o que irritou a torcida de Houston – alguns fãs chegaram até a gritar “bullshit” (com o sentido de “marmelada”) para protestar.

No fim, valeu a persistência e o melhor jogo de grappling do lutador paulista, que assegurou o triunfo por 30-27. Desta forma, ele se recuperou do último revés para Mark Muñoz e ainda complicou a situação de Jorge Santiago no UFC – agora o carioca tem duas derrotas seguidas.

“Estava nervoso, a pressão era grande por causa da última derrota. Nesta luta eu queria ser decisivo. Fiquei orgulhoso com a vitória sobre o Santiago, pois ele era um grande campeão no Japão”, celebrou Maia, lembrando do título do rival no torneio Sengoku.

Nam Pham e Garcia levantam torcida
Ao contrário do duelo verde-amarelo, Nam Pham e Leonard Garcia protagonizaram um combate memorável. Com uma séria de trocações abertas e muita disposição, os atletas levaram a arena ao delírio. Mais consistente, Pham ficou com o triunfo por pontos, mas ambos deixaram o octógono ovacionados.

Confira os resultados dos principais duelos do UFC 136:
Frankie Edgar (EUA) venceu Grey Maynard (EUA) por nocaute no 4° round
José Aldo (BRA) venceu Kenny Florian (EUA) na decisão dos juízes
Chael Sonnen (EUA) venceu Brian Stann (EUA) por finalização no 2° round
Nam Pham (EUA) venceu Leonard Garcia (EUA) na decisão dos juízes
Joe Lauzon (EUA) venceu Melvin Guillard (EUA) por finalização no 1° round
Demian Maia (BRA) venceu Jorge Santiago (BRA) na decisão dos juízes

Leia tudo sobre: Chael SonnenAnderson SilvaUFCDemian Maia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG