Pezão foi eliminado do Grand Prix, e Ronaldo Jacaré perdeu seu cinturão em uma péssima noite para o país

Foi uma noite péssima para os brasileiros do Strikeforce . Sete lutadores do país entraram no octógono, neste sábado. Mas seis deles saíram derrotados, sendo que quatro foram nocauteados. O único a vencer foi Rafael Feijão, que ainda teve que superar uma lesão no braço, sofrida no combate contra o cubano Yoel Romero.

Veja também: Fedor Emelianenko volta a lutar na Rússia contra 'quarentão'

Uma das principais lutas da noite envolveu o brasileiro Antônio Pezão. Ele, que enfrentaria Overeem neste sábado , acabou superado por Daniel Cormier, por nocaute. Com isso, a final do Grand Prix dos pesados vai ser entre o norte-americano e Josh Barnett, que venceu Sergei Kharitonov neste sábado.

Outra derrota dura para o Brasil foi de Ronaldo Jacaré. Ele fazia sua segunda defesa de título, mas, em uma luta decidida por pontos, Luke Rockhold venceu o combate e ficou com o cinturão dos pesos médios do Strikeforce.

Sobrou até para a família Gracie em uma noite tão ruim para os brasileiros. O até então invicto Roger Gracie não conseguiu resistir por mais do que um round contra King Mo Lawal, que o nocauteou.

No card preliminar também sobraram derrotas para os brasileiros. Cyborg e Amanda Nunes foram nocauteados, enquanto Marcos Pezão perdeu na decisão dos juizes.

A única vitória brasileira da noite aconteceu na luta entre Rafael Feijão e Yoel Romero, sendo que este foi nocauteado no final do segundo round. Mais tarde, o brasileiro apareceu no octógono com uma tipóia no braço, por causa de uma lesão sofrida na luta, para ver as derrotas dos seus compatriotas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.