Tamanho do texto

Diego Nunes volta ao octógono em maio e aparece como um dos rivais em potencial do campeão dos penas do UFC

José Aldo continua sem adversário para a próxima defesa do cinturão
AP
José Aldo continua sem adversário para a próxima defesa do cinturão
O campeão dos penas do UFC, José Aldo , ainda não tem o próximo adversário definido. Mas o lutador faz questão de afirmar que não escolherá oponente. O amazonense disse até que aceitaria enfrentar seu ex-companheiro de treinos Diego Nunes, expulso de sua academia no início do mês de maneira polêmica.

Veja também: José Aldo torce por luta contra Frank Edgar: "Os fãs querem ver"
Divulgação
Brasileiro Diego Nunes (esq.) foi expulso da mesma academia de José Aldo
“Lutaria, não só com ele, mas com qualquer outro. Sempre digo que o patrão [Dana White] é que manda e tem que obedecer. Somos profissionais, não vejo problema em enfrentar alguém da mesma academia e enfrentaria ele sim”, reiterou o campeão do UFC.

Confira ainda: José Aldo corneta Ronaldinho Gaúcho e pede Adriano no Flamengo

Diego Nunes foi dispensado da Academia Nova União na semana passada após ir treinar nos Estados Unidos sem avisar à comissão técnica. Em entrevista ao Portal do Vale Tudo, o treinador Dedé Pederneiras revelou até que o atleta colecionava problemas com outros integrantes, o que pesou para sua saída.

Leia também: Técnico de Aldo elogia Edgar, mas não crê em superluta pelo cinturão

Agora, Diego voltará ao octógono contra Dennis Siver, no UFC on Fuel TV 2, no dia 14 de abril. Se ganhar, ele pode aparecer como novo adversário de José Aldo pelo título dos penas.

“Acho que não tem nada com isso, dele ser da mesma categoria que eu. Ele só procurou fazer o caminho dele, a escolha dele. Achou que lá nos Estados Unidos terá melhores condições”, completou Aldo.

Vale lembrar que o amazonense ainda aguarda pela possível superluta contra o ex-campeão dos leves Frankie Edgar , que pode baixar de categoria. Além dele, outro possível rival sairia do confronto entre Chan Sung Jung e Dustin Poirier também em maio.

* Com informações de Renan Rodrigues, no Rio de Janeiro