Nocauteado, Wanderlei Silva leva segunda maior bolsa do UFC 132

Brasileiro foi derrotado em 27 segundos, mas ganhou quatro vezes mais do que o seu adversário

iG São Paulo | 05/07/2011 18:38

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Foto: Divulgação Ampliar

Wanderlei Silva (à dir.) foi afoito para o combate com Chris Leben e acabou sofrendo o nocaute

O brasileiro Wanderlei Silva ganhou um excelente prêmio de consolação após ser nocauteado no UFC 132. Ele perdeu para Chris Leben em apenas 27 segundos, teve sua aposentadoria cogitada, decepcionou seus fãs, mas ainda assim recebeu uma bolsa de US$ 200 mil (cerca de R$ 342,7 mil) só por ter lutado no evento. As informações são do site "MMAjunkie".

O vencedor no ranking de pagamentos do UFC 132 foi Tito Ortiz. O ex-campeão dos meio-pesados, que também tinha sua aposentadoria cogitada, venceu Ryan Bader por finalização e recebeu uma bolsa de US$ 450 mil (aproximadamente R$ 771 mil). O UFC costuma pagar altas bolsas para lutadores conhecidos e tradicionais, como Tito e Wanderlei, pois eles garantem sozinhos boa parte da audiência do evento.

O pagamento de Wanderlei é quatro vezes maior do que o feito para seu adversário - Leben recebeu US$ 92 mil (cerca de R$ 157,6 mil). Nem mesmo a principal luta da noite, entre Dominick Cruz e Urijah Faber, que valia o cinturão do peso galo, rendeu tanto dinheiro. Cruz, o campeão, ficou com US$ 40 mil (aproximadamente R$ 62,5 mil), enquanto Faber recebeu US$ 32 mil (aproximadamente R$50 mil).

Provocações e pedido de revanche
Mas é claro que nem tudo é festa para Wanderlei Silva. A derrota deixou consequências, fazendo com que até a sua aposentadoria fosse cogitada. O próprio Leben, que o nocauteou, afirmou: "Eu o aposentei. Eu o amo, mas... Você tem que bater a lenda para se tornar uma lenda", comemorou, em vídeo do site "Studiomma".

Chael Sonnen, lutador da categoria de Wanderlei que costuma provocar o brasileiro, também decretou sua aposentadoria: "Não tenho nada contra o Wanderlei, espero que ele esteja bem, mas ele não consegue mais fazer seu trabalho. É o fim da linha para ele", disse ele ao site 'MMAFighting.com'. Até mesmo Dana White, presidente do UFC, deu declarações nesse sentido.

Mas Wanderlei Silva por enquanto descartou essa possibilidade. Em seu twitter, ele pediu desculpas e depois escreveu que deseja enfrentar Chris Leben novamente: "Já chorei, já pensei um monte de besteira e estou com vergonha. Só penso em uma coisa agora: eu quero revanche", escreveu.
 

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo