Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Minotauro lidera bolsas do UFC Rio com salário de quase um milhão

Lutador ganhou bônus pela vitória e pelo prêmio de nocaute da noite concedido pelo UFC

Rodrigo Farah, em São Paulo |

O retorno de gala de Rodrigo Minotauro ao octógono também foi bastante rentável para o lutador baiano. As bolsas de pagamento do UFC Rio foram divulgadas, e o veterano de 35 anos recebeu o maior salário oficial de todos: US$ 500 mil (pouco mais de R$ 800 mil).

Relembre: Minotauro surpreende, nocauteia Schaub e segue vivo no UFC

Minotauro foi um dos protagonistas do UFC Rio no fim de agosto ao nocautear o favorito Brendan Schaub no primeiro round. O salário do peso pesado foi o maior, pois ele faturou a bolsa normal (US$ 250 mil) mais o bônus da vitória US$ 150 mil) e o prêmio de nocaute da noite (US$ 100 mil).

Enquanto isso, o campeão dos médios, Anderson Silva, recebeu os mesmos US$ 200 mil que sempre ganha de maneira oficial do UFC. Vale ressaltar, no entanto, que o Aranha é um dos pouquíssimos lutadores da franquia que ganha uma porcentagem não divulgada do pay-per-view, o que eleva seu salário acima de todos os outros.

Mauricio Shogun Rua aparece na sequência com a bolsa de US$ 150 mil pela vitória sobre Forrest Griffin. Já Edson Barboza recebeu US$ 112 mil da entidade incluindo o bônus de cem mil por ter feito a luta da noite contra Ross Pearson.

Os lutadores estrangeiros, por outro lado, receberam um salário bem inferior. Yushin Okami, por exemplo, faturou apenas US$ 23 mil pelo revés para Anderson Silva. Já Forrest Griffin ganhou US$ 125 mil com a derrota para Shogun.

Leia tudo sobre: UFC RioUFCMinotauroanderson SilvaInternacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG