Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Ministro de esportes japonês admite manipulação no sumô

Foram encontrados celulares com mensagens de texto que incriminam, pelo menos, 13 lutadores da modalidade

Gazeta |

O ministro de esportes do Japão, Yoshiaki Takaki, confirmou as suspeitas envolvendo o sumô do país, que recebeu denúncias de atletas envolvidos em uma manipulação de resultados. Os boatos surgiram quando o atleta Chiyohakuho e o técnico Takenawa admitiram a falcatrua.

Nesta quinta-feira, Takaki afirmou que as investigações confirmaram as acusações e que a federação local já contabilizou três confissões. De acordo com o inquérito policial, foram encontrados celulares com mensagens de texto que incriminam, pelo menos, 13 lutadores. Tais relatos oferecem detalhes como o momento do ataque definitivo, o modo da queda do perdedor e os valores envolvidos na transação clandestina.

O presidente da federação da modalidade, Hanaregoma, apresentou um pedido formal de desculpas para tentar apaziguar a situação e prometeu punir, de forma severa, os envolvidos.

Não é a primeira vez que o tradicional esporte asiático é abalado por um escândalo. Em 2009, diversos competidores foram presos por terem ligações com apostas ilegais. Polêmicas como essas comovem o povo local, pois o esporte é dotado de místicas e tradições e os lutadores são considerados exemplos de bom comportamento.

Leia tudo sobre: SumôManipulaçãoJapão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG