Norte-americano ouviu campeão de até 77 kgs e faria sua estreia entre os meio-médios neste domingo

Nate Marquardt revelou que resolveu aceitar um conselho de George St. Pierre para mudar de categoria. Com sua estreia nos meio-médios cancelada , o norte-americano explicou que se sentia prejudicado lutando entre os médios por ser sempre o mais leve entre eles.

Nate Marquardt se prepara para sua estreia entre os meio-médios contra Rick Story
Josh Hedges/UFC
Nate Marquardt se prepara para sua estreia entre os meio-médios contra Rick Story
“Eu sinto que, se necessário, posso ganhar ou perder peso, mas me sinto melhor próximo do meu peso natural. Com 84 kgs, eu tentava manter muito o peso porque estava competindo com os caras que baixavam de 97 kgs. Isso é um pouco errado. Eu provavelmente era um dos mais leves entre eles. George St-Pierre foi o primeiro que recomendou que eu baixasse de peso, ainda em dezembro passado, quando o treinava para enfrentar Koscheck”, disse Marquardt ao site oficial do UFC.

Veja outras notícias do UFC na página especial de lutas do iG Esporte

“Ele veio e me perguntou: ‘Por que você não luta no meio-médio?’. E eu percebi que nunca tinha pensado naquilo. Em seguida, ele falou: ‘Cara, você realmente deve considerar isso. Você está melhor em um peso mais leve e você poderia atuar melhor’”.

Além de elogiar muito o seu ex-adversário, Rick Story, Marquardt vê outros grandes confrontos na categoria. O norte-americano que já venceu o brasileiro Demian Maia elege Josh Koscheck, Jon Fitch, Anthony Johnson e Thiago Pitbull como os grandes nomes com até 77 kgs e elogia muito a mudança de pensamento no UFC.

Veja também: Story já fala em cinturão

"Houve um ponto onde o dinheiro e a maneira de ganhar a vida estava nas divisões mais pesadas", disse ele. "Era meio-pesado e pesado. Isso mudou. Todos os pesos, neste momento, têm lutas muito emocionantes e grandes nomes. E não é só isso. Eu não estava focado nisso. Eu estava indo bem no peso médio, mas sinto que serei capaz de desempenhar melhor com o meu corpo com menos peso. Eu me sinto mais rápido, com melhor resistência, posso ditar mais o ritmo. Mentalmente me sinto como se tivesse 20 anos de idade", finalizou.

Você sabe tudo de  UFC? Prove respondendo o nosso quiz

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.