Tamanho do texto

Brasileiro pode enfrentar Dan Henderson e Phil Davis, ou fazer o terceiro duelo com Shogun

Divulgação
Lyoto Machida não luta desde a vitória sobre o veterano Randy Couture em abril
A situação de Lyoto Machida ainda está indefinida no UFC . À espera de um adversário, o baiano radicado no Pará disse não ter nada em vista, sem ideia de quando será seu próximo combate. Apesar disso, o carateca negou o afastamento como forma de punição e salientou que se resolveu com os dirigentes que controlam a entidade.

Veja também: Manaus faz aquecimento para UFC-2012 com casa lotada e polêmica

“Tive uma conversa muito boa com o Lorenzo [Fertitta, proprietário do UFC] e ficou tudo resolvido. Ele entendeu a minha situação e não há nenhum problema”, afirmou Machida em entrevista ao iG .

A confusão com o UFC começou quando Lyoto Machida teve a chance de enfrentar Rashad Evans no início de agosto. O atleta no entanto, rejeitou a revanche contra o norte-americano, pois teria apenas duas semanas para treinar.

O carateca chegou a dizer que aceitaria o combate se ganhasse o mesmo salário de Anderson Silva, o que irritou Dana White. O presidente da entidade criticou abertamente a postura de Lyoto e sua equipe e desde então o brasileiro está sem combate definido.

Confira ainda: Campeão olímpico rebate boatos do judô e programa entrada no UFC

A vontade de Lyoto é voltar ao octógono ainda em 2011. A princípio, ele deveria enfrentar Phil Davis , mas o norte-americano não tem previsão de retornar enquanto se recupera de lesão.

“Ele tem vários possíveis adversários. O Phil Davis é um deles, o Dan Henderson [campeão do Strikeforce] também. Ainda tem uma luta contra o Shogun, que todos querem ver”, ressaltou Jorge Guimarães, empresário de Lyoto.