Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Lenda Royce Gracie rejeita aposentadoria e aguarda convite do UFC

Aos 44 anos, o veterano quer fazer sua despedida do octógono contra o ex-campeão Matt Hughes

Rodrigo Farah, enviado iG a Manaus |

Divulgação
Royce Gracie ainda planeja um adeus oficial dentro do octógono
Não há como falar dos primórdios do UFC sem falar de Royce Gracie. Vencedor das primeiras edições e considerado uma das maiores lendas do MMA, o carioca ainda não abandonou a carreira no octógono. Aos 44 anos, o lutador disse que planeja uma luta de despedida e que está à espera das negociações com o Ultimate para dar adeus oficialmente ao esporte.

Veja também: Dan Severn se oferece para enfrentar Royce Gracie

“Estou pronto para entrar no octógono. Chegamos a conversar antes do UFC Rio e agora vamos conversar mais para frente. Ainda não tem nada, mas estou pronto para lutar se precisarem e sempre estarei”, afirmou o veterano em entrevista ao iG.

Já se passaram 18 anos desde que Royce Gracie protagonizou o início do torneio. Agora, a maior lenda do MMA planeja o adeus oficial contra um antigo rival: o ex-campeão Matt Hughes, que o derrotou por nocaute em seu único retorno ao UFC em 2006.

Confira ainda: A história dos Gracie: Família perde soberania no MMA

“A única luta que faz sentido para mim é o Matt Hughes. Temos negócios inacabados, vamos dizer assim”, comentou o lutador. “Eu me cuido, sigo uma alimentação cuidadosa e estarei pronto quando eles quiserem”, completou.

Royce Gracie já está inativo desde 2007, quando derrotou o maior lutador do MMA japonês Kazushi Sakuraba e depois testou positivo no exame antidoping.

Royce Gracie ainda foi cogitado como uma das possíveis estrelas do UFC Rio no mês passado. Ele chegou até figurar como um dos atletas ativos no site da entidade. Mas alguns meses antes do evento na Arena HSBC, o presidente Dana White rejeitou a possibilidade de colocar Royce no show.

“Fico muito feliz em ver aonde o esporte chegou. Mostra que o conceito do meu pai [Hélio] estava correto. Sou apenas uma ferramenta de todo esse processo. Ele é o maior responsável por tudo isso”, concluiu o campeão dos UFC 1, 2 e 4.null

Leia tudo sobre: Royce GracieUFCMMA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG