Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Jon Jones mostra superioridade e mantém cinturão no UFC 135

Americano não deu chance para Rampage Jackson e venceu em sua primeira defesa no cinturão dos meio-pesados

iG São Paulo |

Divulgação
Jones (à direita) acerta um golpe em cheio em Rampage, na defesa do cinturão dos meio-pesados
Mais jovem campeão na história do UFC, o americano Jon Jones mostrou superioridade e dominou do início ao fim o desafiante Rampage Jackson, na luta principal do UFC 135 neste sábado, no Pepsi Center, em Denver (EUA). Com um estrangulamento a 1min14s do 4º round, o menino prodígio de 24 anos conquistou a vitória por finalização em sua primeira defesa do cinturão dos meio-pesados. Presente no octógono após a luta, Rashad Evans foi apresentado como próximo desafiante, mas ainda sem data definida.

Jones manteve a tranquilidade desde o início do combate, após uma semana de intensas trocas de provocações entre os dois lutadores. Sem arriscar, Rampage procurava se esquivar e quase foi acertado em cheio por uma cotovelada rodada restando 35s. No segundo round, Jones continuou mostrando seu repertório de joelhadas, chutes altos e baixos, mantendo seu adversário distante o tempo todo, mas sem dominar o centro do octógono. Confirmando sua qualidade de ser atingido poucas vezes por seus adversários, Jon Jones conseguiu fugir com facilidade de qualquer investida do desafiante Rampage.

Divulgação
Jon Jones comemora sua vitória no UFC 135 e a manutenção do cinturão dos meio-pesados

No terceiro round, após tentar sem sucesso  uma queda, finalmente Jonbes conseguiu derrubar o ex-campeão, que teve o supercílo direito aberto. No último round, o campeão continuou distribuindo seu repertório de chutes altos e joelhadas, até que a 1min14s do fim, imprensou Rampage na grade e depois de alguns segundos o desafiante foi surpreendido por um mata-leão. Vitória por finalização e manutenção do cinturão de Jones.

"Ele tinha falado que eu não conseguiria derrotá-lo, mas acho que provei o contrário", disse Jones após a luta. Já Rampage admitiu a superioridade do rival. “Ele está aqui para ficar, venceu em minha melhor forma, e não sei quem vai poder pará-lo a partir de agora”.

Na co-luta principal da noite, pela categoria dos meio-médios, Josh Koscheck derrotou a lenda Matt Hughes por nocaute aos 4min59s do 1º round. Pelo card preliminar, o pernambucano Júnior Assunção derrotou o Eddie Yagin em sua volta ao UFC por decisão unânime dos jurados.

Leia tudo sobre: ufc 135ufclutasmmajon jonesrampage jackson

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG