Tamanho do texto

A 5 dias do evento, ainda há ingressos para quase todos os setores. Card tem apenas 2 lutas de apelo

O Rio de Janeiro esperou 17 anos para sediar uma edição do Ultimate Fighting Championship ( UFC ), o maior evento de artes marciais mistas (MMA) do mundo. Até que no dia 27 de agosto de 2011, a Arena HSBC, na Barra da Tijuca, lotou suas dependências para ver em ação Rodrigo Minotauro, Maurício Shogun e Anderson Silva – entre outros brasileiros. Cinco meses, a Cidade Maravilhosa receberá pela segunda vez, neste sábado, o UFC Rio . Só que agora sem tanta badalação.

Posto de retirada de ingresso em frente à Arena HSBC tem tido pouco movimento
Hilton Mattos
Posto de retirada de ingresso em frente à Arena HSBC tem tido pouco movimento
Para se ter uma ideia, no primeiro UFC Rio, a venda começou dois meses e meio antes do evento – acabando em exatos 74 minutos. Desta vez, os organizadores começaram a vender ingressos 30 dias antes do evento . Além de um card com apenas José Aldo e Vitor Belfort como as principais atrações, a divulgação também foi bem menor.

Veja como chegar e assistir ao UFC Rio no sábado

Na edição de agosto, os cambistas chegaram a vender em cima hora ingressos do setor mais caro a R$ 6 mil reais . Desta vez, a história é diferente. A cinco dias da luta, ainda há ingressos à venda pelo site ingressos.com. Com exceção do setor de arquibancada – já esgotado -, os interessados nas áreas Premier norte e sul e cadeiras especiais norte, sul, leste e oeste ainda podem assegurar seu lugar no ginásio.

Há uma semana, os ingressos estão sendo retirados na Arena HSBC. O movimento tem sido pequeno. Ainda assim, cambistas se passando por “vendedores de ingressos de amigos que desistiram de ir” atuam nas imediações do palco da luta negociando arquibancadas por R$ 600,00.

Além de um card com menos apelo do que o primeiro UFC Rio e da pouca divulgação, houve críticas à escolha dos lutadores. Mais uma vez, atletas como Rousimar Toquinho, Erick Silva, Thiago Tavares e Yuri Marajó estarão em ação no octógono neste sábado – a exemplo do evento realizado em agosto. O presidente do UFC, Dana White, reconheceu o ponto falho.

Avião exibe faixa com os dizeres
Hilton Mattos
Avião exibe faixa com os dizeres "UFC - Garanta já o seu ingresso" pela orla da Barra
“É algo que aconteceu e podemos avaliar para mudar isso nas próximas edições no Brasil, com certeza”.

José Aldo, campeão na categoria pena, defenderá o cinturão pela quinta vez contra o invicto Chad Mendes. Já Vitor Belfort, que vem de vitória sobre o japonês Yoshihiro Akiyama no UFC 133, enfrenta Anthony Johnson, estreante na categoria médio.

Para atrair o público nos dias que antecedem o evento, os organizadores têm promovido ações pela cidade. Uma delas é a utilização de aviões com faixas divulgando o combate. No último fim de semana, durante todo dia na orla da Barra da Tijuca, houve bastante destes com conteúdo divulgando a luta. Um deles trazia “UFC – Garanta já o seu ingresso”.

Confira as lutas do UFC Rio

Card principal:

José Aldo (BRA) x Chad Mendes (EUA)

Vitor Belfort (BRA) x Anthony Johnson (EUA)

Rousimar “Toquinho” Palhares (BRA) x Mike Massenzio (EUA)

Erick Silva (BRA) x Carlo Prater (BRA)

Edson Barboza (BRA) x Terry Etim (ING)

Card preliminar:

Thiago Tavares (BRA) x Sam Stout (CAN)
Gabriel Napão (BRA) x Ednaldo Lula (BRA)

Yuri Marajó x Michihiro Omigawa (JAP)

Ricardo Funch (BRA) x Mike Pyle (EUA)

Felipe Sertanejo (BRA) x Antonio Carvalho (CAN)