Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Gêmeos Minotauro e Minotouro lutam para evitar derrocada no UFC

Veteranos estrelam o UFC 140 neste sábado à noite contra Frank Mir e Tito Ortiz

Rodrigo Farah, iG São Paulo |

As grandes conquistas de Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro remontam aos tempos do extinto Pride, no Japão. Mas neste sábado à noite, os irmãos Nogueira tentarão provar que ainda estão no grupo dos principais lutadores do mundo. Os gêmeos de 35 anos sobem no octógono em Toronto obrigados a vencer para afastar os rumores de que estão em queda no UFC.

Veja também: Fã de lutas, Eike Batista patrocina Minotauro e Minotouro no UFC

"Nossa preparação foi muito boa. Estamos prontos. Treinamos juntos e com outros grandes parceiros. Juntamos uma grande equipe para nos ajudar, com nomes como Junior dos Santos", afirmou Minotauro em entrevista ao site MMA Fighting.

Esta será a sétima vez que ambos participarão do mesmo evento. Assim como fizeram nas outras ocasiões, os gêmeos deverão se alternar como técnicos. Minotauro deve auxiliar o irmão no combate contra Tito Ortiz antes de subir no octógono contra Frank Mir com o apoio do irmão em seu corner.

Confira ainda: Lutador de MMA 'secreto' evita assalto e espanca ladrão nos EUA

Medalhista de bronze no boxe dos Jogos Pan-Americanos de 2007, Rogério Minotouro entra na luta como favorito. O brasileiro vem de duas derrotas consecutivas, mas ainda assim tem mais chances de ganhar segundo as casas de apostas dos Estados Unidos.

O mesmo não pode ser dito sobre seu irmão. Apesar da grande vitória no UFC Rio sobre Brendan Schaub, o peso pesado entra como azarão no duelo contra Frank Mir. Esta será uma revanche após o norte-americano ter nocauteado Minotauro no primeiro encontro dos dois em 2008.

Leia também: Após luta relâmpago de Cigano, UFC afasta nocauteadores da FOX

“Sinto-me mais explosivo e mais confiante agora. Estou mais centrado e fiz meus parceiros de treino praticarem da forma que eu gostaria. Minha preparação foi melhor que a última. Eu sei que o Frank melhorou desde a última luta, mas estou em forma e confiante”, completou o baiano, lembrando que no primeiro encontro ele foi prejudicado por uma infecção bacteriana.

Os irmãos gêmeos ainda entrarão no octógono apoiados por uma ajuda de peso nos bastidores. Na última segunda-feira, o bilionário Eike Batista anunciou que patrocinará ambos os lutadores no combate deste sábado. Resta saber se o auxílio de última hora do empresário ajudará os Nogueira.

Leia tudo sobre: Eike BatistaMinotauroMinotouroUFC

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG