Três dos principais brasileiros da franquia, José Aldo, Cigano e Vitor Belfort não lutarão no Rio de Janeiro

Junior Cigano disputará o cinturão dos pesados no meio de novembro
Divulgação/UFC
Junior Cigano disputará o cinturão dos pesados no meio de novembro
O UFC Rio será um marco para o esporte brasileiro. Porém, nem todas as estrelas do MMA nacional poderão participar do megaevento da Arena HSBC. Fora da edição do próximo domingo, alguns dos principais astros do UFC lamentam a ausência, mas tentam usar a carreira e as próximas lutas pelo cinturão como forma de consolo.

“É claro que eu gostaria muito de participar desta festa. Só que o calendário infelizmente não permitiu. Vou aproveitar para pensar ainda mais na minha próxima luta, que será bem complicada”, comentou o campeão dos penas José Aldo, que coloca o cinturão em jogo contra Kenny Florian no início de outubro.

Além de José Aldo, outro brasileiro tem luta marcada para decidir o título do UFC. Invicto no torneio com sete vitórias consecutivas, Junior dos Santos enfrentará Cain Velásquez em novembro para se tornar o campeão dos pesados, a categoria mais respeitada da franquia.

“Estou em uma jornada focada totalmente no título. O UFC Rio será bem legal, mas minha prioridade é o Cain Velásquez. Só penso em minha luta contra ele. Esta será a melhor forma de retribuir para o povo brasileiro”, ressaltou o desafiante catarinense.

nullAlém de Cigano e José Aldo, outro brasileiro em alta não participará do UFC Rio. Depois de vencer seu último combate no início do mês, Vitor Belfort atuará como comentarista da RedeTV na Arena HSBC.

Apesar de não lutar em sua cidade natal, o carioca participará de uma série de outros eventos ligados ao UFC Rio. O lutador distribuirá autógrafos na pesagem oficial ao lado de Aldo e ajudará na divulgação do torneio.

“Fico contente em ser útil ao UFC. Eles vão perceber o quanto o Brasil será importante para eles. Mas não faltarão oportunidades para lutar aqui”, destacou Belfort, lembrando que a entidade planeja voltar ao Brasil no ano que vem em várias edições.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.