Cartola afirma que Emelianenko não irá se aposentar e pode retornar ao torneio do Strikeforce como reserva

Após a derrota para o brasileiro Antônio Pezão, na primeira fase do GP de pesos pesados do Strikeforce, Fedor Emelianenko cogitou a possibilidade de pendurar as luvas e se aposentar.

Divulgação
Russo teve rosto bastante machucado durante a luta contra Pezão
Mas o diretor-executivo do Strikeforce, Scott Coker, afirmou que o russo, considerado o maior peso pesados de todos os tempos, ainda pode retornar ao torneio, no qual foi eliminado na madrugada do último domingo (13).

“Fedor é um cara em quem temos de pensar como trazer de volta (ao torneio)”, afirmou Coker, ao site norte-americano Sherdog. O cartola deseja que Emelianenko seja o reserva do GP, e volte ao torneio caso algum atleta se lesione e não tenha condições de prosseguir na disputa.

“Ele (Fedor) poderia ser um reserva do torneio. A organização irá decidir quem vai seguir adiante caso algum lutador se machuque. Fedor é definitivamente uma possibilidade”, afirmou. O dirigente também garante que Fedor não irá pendurar as luvas e que russo cumprirá seu contrato com o Stirkeforce.

“Ele está longe de se aposentar, vocês sabem como isso funciona... As pessoas ficam muito emocionadas após uma derrota. Minha posição é que faremos muitas lutas com Fedor no Strikeforce, ele cumprirá seu contrato", encerrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.