Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Dana indica revanche, e Sonnen dá show na coletiva. Veja as frases

Norte-americano chamou Anderson Silva de covarde e mandou Vitor Belfort carregar suas malas no hotel

Rodrigo Farah, enviado iG a Houston |

O retorno de Chael Sonnen ao octógono foi o melhor possível. E após a vitória sobre Brian Stann no último sábado, o norte-americano realizou uma série de provocações contra Anderson Silva de olho na revanche contra o brasileiro. Dana White, por sua vez, admitiu que as chances do confronto são realmente grandes e que ele pode acontecer no fim de semana do Superbowl (final da NFL – liga de futebol norte-americano), no início de fevereiro, em Las Vegas.

“É a luta que eu quero ver, com certeza. Tenho que falar com o Anderson e ver o que ele acha e quando pode voltar [da lesão do ombro]. Mas quando ambos estiverem prontos, vamos alinhá-los para isso. É o que todos querem ver”, ressaltou o presidente do UFC após a entrevista coletiva oficial do UFC 136, em Houston.

Chael Sonnen, por sua vez, fez o máximo que pôde para promover a revanche. O norte-americano realizou uma série de provocações contra o Aranha para a imprense e deu um show à parte após seu triunfo sobre Stann na última noite.

Confira as provocações de Chael Sonnen:

“Não aguento mais o Anderson e ele não deve me aguentar mais. Mas a minha palavra é verdadeira. Se eu perder a revanche, vou sair do UFC. Sou um homem de palavra”, confirmou Sonnen após anunciar que deixaria o torneio se perdesse do brasileiro novamente.

“Essa luta [contra Brian Stann] não era a luta que eu queria. Eu quero 12 libras de ouro! E aquilo [cinturão] não vale nada além de latão enquanto estiver na cintura do Silva. Eu sou o verdadeiro campeão e talvez esteja disposto a dar uma nova chance para ele [Anderson]”, declarou ainda indignado pela derrota para o Aranha no UFC 117, em 2010.

“Não escolho os lugares. Se pudesse, o enfrentaria aqui mesmo. Também lutaria com ele no Brasil, com certeza. Ele é um covarde. Se eu estivesse no lugar dele e tivesse ouvido o que eu falei no octógono, me enfrentaria na mesma hora. Mas ele fez a coisa certa e ficou parado no lugar, pois é um covarde”, lembrando da provocação feita após o triunfo sobre Stann, quando falou que o brasileiro era horrível.

“Tudo bem, na realidade eu não sei se posso vencê-lo. Mas essa é a diferença entre nós dois. Ele é um covarde que só aceita as lutas que sabe que vai vencer. Eu não tenho certeza disso, por isso quero enfrentá-lo. Não vou fugir como ele fez”.

“Anderson Silva você é horrível! Eu ganhei de você. Se você me vencer, eu deixarei o UFC para sempre!” – ainda no octógono, logo após o triunfo no UFC 136.

Na verdade, sobrou até mesmo para Vitor Belfort. O brasileiro tem realizado uma série de desafios ao norte-americano, que respondeu na mesma moeda após o triunfo sobre Stann.

“Eu perdoo o Vitor por falar de mim, pois ele é um tolo. Falo duas coisas para ele: se meu nome sair de novo da boca dele, vou enterrá-lo no mesmo local. E a segunda é: Vitor, me encontre no hotel, pois tenho um avião para pegar e preciso de alguém para carregar minhas malas”, afirmou o norte-americano.

UFC
Vitor Belfort também foi alvo das provocações de Sonnnen

Leia tudo sobre: Chael SonnenAnderson SilvaUFCDana White

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG