Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Dana diz que Marquardt precisa ser homem para explicar demissão

Presidente do UFC não revela motivo e deixa explicação na mão do lutador, que promete explicações para terça-feira

iG São Paulo |

O presidente do UFC, Dana White, e a Comissão Atlética não quiseram revelar o motivo da demissão de Nate Marquardt do principal evento de MMA do mundo. O primeiro falou em entrevista ao vivo durante a transmissão do UFC on Versus 4 que o norte-americano precisará ser homem e revelar o motivo. Já a comissão apenas falou que ele está afastado das lutas do MMA.

"Nate vai ter que ser homem e dizer ao mundo o motivo dele ter sido reprovado nos exames médicos. Para eu dizer que Nate não vai mais lutar no UFC, tem que ser sério", disse o misterioso Dana White durante a transmissão do UFC on Versus 4.

Josh Hedges/Zuffa LLC
Nate Marquardt enfrentou o brasileiro Demian Maia no UFC 109


Veja outras notícias do UFC na página de lutas do iG Esporte

Como o anúncio foi feito ao vivo na TV dos Estados Unidos, Nate Marquardt respondeu logo em seguida via Twitter. O lutador afirmou que dará explicações ao vivo na próxima terça-feira em um programa especializado em MMA.

Nate faria sua estreia nos meio-médios neste domingo diante de Rick Story. A poucas horas da pesagem, o lutador foi cortado para, minutos depois, ter sua demissão do UFC anunciada.

Sabe tudo de UFC? Prove no quiz especial do iG Esporte

Leia tudo sobre: nate marquardtdana whiteufcmma

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG