Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Coletiva do UFC Rio é marcada por futebol e ausência de Dana White

Presidente do UFC se atrasou e só chegará aos Estados Unidos nesta noite para acompanhar o UFC Rio

Rodrigo Farah e Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |



A linha entre o futebol e o MMA não pode ser ultrapassada, principalmente com brigas na torcida. Este foi o assunto predominante da coletiva do UFC Rio. Nesta quinta-feira, os lutadores falaram sobre o show na Arena HSBC, com receio de qualquer confusão entre os fãs de futebol. O evento em Copacabana também ficou marcado pela ausência do presidente Dana White, que não chegou a tempo da entrevista.

LEIA MAIS: Felipe Sertanejo usa vídeo e se inspira em Bruno e Marrone no UFC
"O futebol é um esporte que já teve muitas mortes, caso de polícia. Mas no campo todos os atletas são amigos. O UFC tem muito a ensinar para os torcedores nesse sentido. Uma coisa é o UFC, outra é o futebol. É uma oportunidade do vascaíno torcer para o Flamengo. Somos atletas com rivalidade saudável, nada além disso”, ressaltou Vitor Belfort.

VEJA AINDA: Treinador cria tabela para José Aldo perder dez quilos em 7 dias

O assunto sobre a ‘invasão’ do futebol no UFC ganhou um novo capítulo nesta semana com a divulgação do rival de José Aldo, Chad Mendes, vestindo uma camisa da Força Jovem, do Vasco.
Getty Images
José Aldo e Chad Mendes se encaram após coletiva no Rio

Vale lembrar que o brasileiro campeão dos penas é atleta contratado do Flamengo e também é um dos símbolos da Torcida Jovem, o que poderia gerar algum tipo de conflito entre as organizadas de ambas as equipes.

E MAIS:
Ring Girls do UFC vão à praia e pedem para conhecer balada carioca

“Não quero que tenha [brigas]. Não vejo problema nenhum no Chad aparecer com a camisa de qualquer torcida. Será Brasil versus Estados Unidos. As camisas são apenas uma brincadeira interna nossa. Ele sabe que eu sou de uma torcida e colocou outra do Vasco. Mas temos que deixar claro que não tem problema nenhum. Sou flamenguista, mas vou entrar com a bandeira do Brasil no meu peito”, salientou José Aldo.
Getty Images
José Aldo e Vitor Belfort falam sobre suas respectivas lutas nesta quinta-feira
A entrevista com os lutadores foi comandada pelo vice-presidente do UFC Marshall Zelaznik. Além de exaltar o evento, o dirigente foi obrigado a explicar o horário pouco usual dos combates, na madrugada, para satisfazer o público norte-americano.

Infográfico: Veja como chegar e assistir ao UFC Rio no sábado

“Visitando o Brasil 12 vezes, posso dizer que não temos preocupação com isso. Tenho certeza que os brasileiros vão ficar acordados para festejar conosco. Será um pouco mais tarde do que o costume, mas não vai atrapalhar nada”, afirmou o vice-presidente.

O UFC Rio começa a ser disputado às 22h30 deste sábado, com as lutas do card preliminar transmitidas pelo canal Combate, por pay-per-view. Já o card principal começa às 1h da manhã, com transmissão na TV Globo.

Card principal:
José Aldo (BRA) x Chad Mendes (EUA)
Vitor Belfort (BRA) x Anthony Johnson (EUA)
Rousimar “Toquinho” Palhares (BRA) x Mike Massenzio (EUA)
Erick Silva (BRA) x Carlo Prater (BRA)
Edson Barboza (BRA) x Terry Etim (ING)

Card preliminar:
Thiago Tavares (BRA) x Sam Stout (CAN)
Gabriel Napão (BRA) x Ednaldo Lula (BRA)
Yuri Marajó (BRA) x Michihiro Omigawa (JAP)
Ricardo Funch (BRA) x Mike Pyle (EUA)
Felipe Sertanejo (BRA) x Antonio Carvalho (CAN)

Leia tudo sobre: ufc rioufcmmajosé aldovitor belfort

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG