Na reta final de sua preparação para o duelo contra o campeão Cain Velásquez, lutador traçou paralelo entre Brasil e EUA no MMA

Na reta final de sua preparação para a disputa do cinturão do UFC , contra o mexicano Cain Velásquez, o brasileiro Junior Dos Santos, o Cigano, aproveitou o período no Brasil para traçar um paralelo entre o país e os Estados Unidos. O maior evento de artes marciais mistas do mundo é norte-americano, mas arrebatou milhares de fãs por todo o mundo.

Veja também: Ring girl do UFC posta foto ousada no twitter

“Lá (EUA), os atletas são mais valorizados, conseguem ganhar dinheiro e mantêm uma vida legal. Aqui (no Brasil), o esporte ainda está evoluindo. Quando eu comecei era muito pior, mas percebo que a cada dia as coisas estão melhorando”, analisou o lutador.

Leia também: Adversário de Belfort no UFC Rio II provoca o brasileiro

Apesar de reconhecer que os norte-americanos são mais desenvolvidos na modalidade, Cigano vê no Brasil jovens com mais vontade de lutar profissionalmente. “Os atletas daqui têm mais disposição para treinar. Porém, infelizmente, a estrutura, o suporte, equipamentos e treinamentos de ponta estão nos Estados Unidos”, revelou o brasileiro, de 27 anos , apontado como o grande nome do país entre os pesos-pesados do UFC .

Veja ainda: Rival de José Aldo vira vascaíno e deve enfrentar o campeão no Rio

“O grande risco, no Brasil, é que os competidores não têm segurança. Caso alguém se machuce lutando, ficará parado sem receber nada. Já no UFC , o maior e melhor evento da atualidade, as condições que os lutadores recebem são maravilhosas. Hoje, posso dizer que tenho uma vida feliz, boas condições financeiras e amo ser lutador”, finalizou o casca grossa .

Cigano poderá ganhar status de megaestrela se ganhar o cinturão dos pesados no maior evento de MMA
UFC
Cigano poderá ganhar status de megaestrela se ganhar o cinturão dos pesados no maior evento de MMA

E ainda: UFC muda fórmula e arrisca para causar impacto na TV aberta

Junior Dos Santos e Cain Velásquez se enfrentarão no dia 12 de novembro, em Anaheim, nos Estados Unidos, no UFC on Fox. O evento será transmitido pela primeira vez, ao vivo, pela TV Globo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.