Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Chael Sonnen encarna vilão de mentirinha do UFC por autopromoção

Atleta mais polêmico do UFC chega a ligar para os adversários para avisar que vai começar a falar mal deles antes das lutas

Rodrigo Farah, enviado iG a Houston |

Rodrigo Farah/iG
Brian Stann (esq.) será o rival de Chael Sonnen no UFC 136 deste sábado
Chael Sonnen já provocou lutadores e torcedores com declarações igualmente criativas e controversas. Desta forma, ele consolidou a imagem de figura mais polêmica do UFC. Mas toda a marra do norte-americano não passa de uma estratégia de marketing pessoal. À procura da autopromoção, o atleta encarna um personagem fantasioso, mas ainda assim faz de tudo para negar que isso seja verdade.

Veja também: Sonnen ameniza críticas e diz que tira o chapéu para Anderson Silva

“Não faço isso para promover as lutas. Sou verdadeiro. Se gosto da pessoa é porque não gosto dela. Neste sentido, sou a pessoa mais respeitosa do UFC. Não faço como outros que se se curvam para você e enfiam uma faca nas suas costas. Eu aviso que vou enfiar a faca nas costas”, afirmou o lutador ao iG.

Nos últimos anos, Sonnen colecionou uma lista de inimigos, que vão desde Anderson Silva até os fãs brasileiros. Mas a realidade é que tudo não passa de uma estratégia de marketing. Tanto que ele trata os outros lutadores de maneira completamente diferente nos bastidores.

Confira ainda: Chael Sonnen dispara contra Anderson Silva: “Ele é tão afeminado”

“Uma vez ele começou a falar mal dos brasileiros quando estávamos em uma feira e eu quase pulei em cima dele. Mas depois ele ligou para o Ed [Soares, empresário] para dizer que não tinha intenção de dizer nada daquilo, que não passava de marketing. As coisas que ele fala são de mentira, mas tudo tem limite também”, destacou o campeão dos penas José Aldo.

Muitas vezes, Chael Sonnen chega a ligar para os lutadores ou seus representantes antes mesmo de começar o ataque verbal. Foi o que ele fez, por exemplo, com Jorge Guimarães, empresário de atletas como Anderson Silva e Lyoto Machida, com o intuito de anunciar que começaria a investida.

Chael Sonnen ironiza e diz que é amado por todos os fãs brasileiros

“Logo no fim da suspensão dele [por doping] ele me ligou para avisar que começaria a falar mal. É até engraçado porque ele não sente nada daquilo que fala. No fundo, é uma boa pessoa”, ressaltou Jorge Guimarães.

nullChael Sonnen começou as provocações contra os brasileiros antes de enfrentar Anderson Silva em agosto do ano passado. Com frases do tipo: “O Anderson é um câncer que se veste de rosa” e “No Brasil não se pode abaixar sem ser roubado”, o lutador gerou grande raiva nos fãs e atletas verde-amarelos.

Relembra a vitória de Anderson Silva sobre Chael Sonnen no UFC 117

Depois de ser derrotado pelo Aranha e ficar afastado por doping, o atleta voltou com o discurso ainda mais afiado e começou a provocar atletas como Rodrigo Minotauro, Lyoto Machida e praticamente todo o MMA brasileiro.

A revolta causada pelo lutador foi tão grande que ele recebeu ameaças de fãs verde-amarelos pela internet e foi proibido de comparecer ao UFC Rio por um dos patrocinadores brasileiros do evento.

Leia tudo sobre: Chael SonnenAnderson SilvasUFC

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG