Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

'Bad Boy' Diaz disputa cinturão por status de novo herói do UFC

Lutador será a grande estrela do UFC 143 deste sábado à noite na disputa pelo cinturão interino dos meio-médios

Rodrigo Farah, iG São Paulo |

Getty Images
Nick Diaz pode se tornar campeão do UFC neste sábado à noite
Ele é o típico anti-herói americano. Já fugiu de entrevistas, brigou com torcedores e foi punido por testar positivo para maconha no exame antidoping. Mas ainda assim, Nick Diaz coleciona um número cada vez maior de fãs no UFC. Neste sábado à noite, o pupilo de Cesar Gracie disputará o cinturão interino dos meio-médios contra Carlos Condit para confirmar o status de novo ídolo do torneio.

Veja também: Werdum encara gordinho na volta ao UFC com hit de Michel Teló

Nick Diaz não faz questão transparecer sua imagem de “Bad Boy”. O lutador raramente sorri e é conhecido pelas provocações. Mas ao contrário do polêmico Chael Sonnen, Diaz não faz isso por marketing ou para chamar a atenção. Ele é genuinamente um garoto-problema e não demonstra interesse em mudar. Por isso, ganha cada vez mais fãs nos Estados Unidos.

“Ele é um cara fascinante. Estou neste negócio há muito tempo, e o Nick Diaz me fascina até hoje. É um cara que não se importa em mandar você tomar no c... É como se fosse um fã e não ligasse para nada. Só quer lutar e não se importa se as pessoas gostam dele ou não”, comentou o presidente do UFC, Dana White, que já teve entreveros com o atleta no passado.

Confira ainda: UFC 'usa' NFL para se promover. Relembre as lutas do Super Bowl

O último grande problema causado por Nick Diaz foi seu sumiço por dias antes da coletiva do combate contra Georges St-Pierre. Sem vontade de dar entrevistas, o lutador desapareceu e acabou cortado do combate por Dana White. Depois, foi confirmado como rival de BJ Penn, na mesma noite de lutas.

Musa do UFC vira 'dominatrix' em ensaio para revista. Confira as fotos

Mas esta não foi a única polêmica protagonizada pelo ex-campeão do Strikeforce. O especialista em boxe e jiu-jitsu já testou positivo para maconha após a vitória sobre Takanori Gomi. Além disso, costuma xingar repórteres e torcedores que ousam falar algo que não o agrada.

“É um saco ter essas câmeras entrando na minha garganta. Odeiam quando ficam me espionando e colocando coisas ridículas sobre mim na TV. Quero só ir lá e lutar. Este é o meu trabalho na realidade. É o que eu gosto de fazer”, ressaltou o atleta.

Galeria iG: Veja fotos e escolha a melhor encarada da história do UFC

Mas as polêmicas de Nick Diaz são igualadas por suas habilidades como lutador. O "Bad Boy" retorna ao octógono neste sábado embalado por 11 vitórias consecutivas e como favorito para se tornar o campeão interino dos meio-médios. Georges St-Pierre se recupera de uma cirurgia no joelho e só poderá voltar no fim do ano, o que motivou os dirigentes do UFC a colocar em disputa um novo título da categoria.null

“Eu quero a luta contra Diaz mais do que qualquer outra coisa. Eu nunca pedi nada ao Dana White, mas essa luta foi exceção. Ele é a minha maior motivação para voltar. Quero bater nele, espancar ele mais do que qualquer outra coisa”, comentou GSP, sem esconder seu ódio por Nick Diaz.

Também neste sábado à noite, o gaúcho Fabricio Werdum voltará ao UFC no combate contra o gordinho Roy Nelson. Já a revelação Renan Barão enfrentará o ex-desafiante dos galos Scott Jorgensen. Completando a participação dos brasileiros, Rafael Natal lutará contra o holandês Michael Kuiper.

O card principal do UFC 143, em Las Vegas, começa a ser disputado a partir da 1h da manhã de sábado para domingo (horário de Brasília) e terá transmissão do canal Combate por pay-per-view.

Confira todas as lutas do UFC 143:

Card principal
Nick Diaz (EUA) x Carlos Condit (EUA)
Fabrício Werdum x Roy Nelson (EUA)
Mike Pierce (EUA) x Josh Koscheck (EUA)
Renan Barão (BRA) x Scott Jorgensen (EUA)
Ed Herman (EUA) x Clifford Starks (EUA)

Card preliminar
Dustin Poirier (EUA) x Max Holloway(EUA)
Henry Martinez (EUA) x Matt Riddle (EUA)
Alex Caceres (EUA) x Edwin Figueroa (EUA)
Matt Brown (EUA) x Chris Cope (EUA)
Dan Stittgen (EUA) x Stephen Thompson (EUA)
Rafael "Sapo" Natal (BRA) x Michael Kuiper (HOL)

Leia tudo sobre: GSPNick DiazCarlos ConditUFC

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG