Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Após ser acusado de agredir sua mulher, Brett Rogers é demitido

Dana White foi quem anunciou a demissão imediata do lutador do Strikeforce, que chegou a ser preso

iG São Paulo |

Dana White, presidente do UFC, não gostou de saber que Brett Rogers, peso pesado do Strikeforce, foi acusado de agressão. A mulher do lutador foi quem lhe denunciou. Nesta quarta-feira, em entrevista coletiva sobre o UFC 132, Dana anunciou a demissão imediata do lutador por causa desse acontecimento.

Brett Rogers chegou a ser preso pela suposta agressão contra sua mulher, mas pagou a fiança. Ele teria, segundo a TV WCCO, chegado bêbado em casa e, entre socos e tentativas de enforcamento, teria até tirado um dente da vítima. Em sua defesa, Rogers diz que antes foi agredido por ela.

Há duas semanas, Brett Rogers perdeu para Josh Barnett e acumulou sua terceira derrota em quatro lutas.

Todas essas lutas recentes de Rogers aconteceram pelo Strikeforce, que foi comprado pelo UFC. Dana White ainda não definiu se haverá fusão entre as duas marcas, mas segue como presidente das duas organizações.

Leia tudo sobre: strikeforceufcBrett Rogersdana white

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG