Tamanho do texto

Através de uma videoconferência, campeão do UFC afirma que resultados positivos são frutos do trabalho com sua equipe

Anderson Silva acumula uma sequência impressionante de recordes na carreira: melhor lutador do mundo, maior número de vitórias consecutivas no UFC, maior campeão dos pesos médios, recordista em defesas de cinturão. Mas apesar dos números, o brasileiro rejeita o rótulo de invencível e salienta que a sequência de resultados positivos é apenas fruto de um trabalho sério realizado junto com sua equipe. Em uma videoconferência transmitida em seu perfil no Twitter, Anderson afirmou que existem brechas em seu jogo e que elas podem aparecer em qualquer momento.

"Não sou imbatível. Já passei por situações que demonstraram isso. Treino forte para apresentar um bom trabalho, porém a qualquer momento posso ser derrotado", afirmou o campeão.

Apesar já ser considerado, por muitos, como o maior lutador da história, Anderson, com os pés chão, afirma que ainda tem um longo caminho até se tornar uma lenda do esporte.

"Talvez eu me torne a próxima vítima. Ainda há muito a fazer para que eu possa ser chamado de uma lenda viva do MMA", concluiu.

O próximo compromisso de Anderson Silva será a luta principal do UFC Rio, dia 27 de agosto, na capital carioca, contra o japonês Yushin Okami, em duelo válido pelo cinturão dos pesos médios.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.