Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Adriano Martins fica com cinturão interino no Super Fight 34

Evento realizado na quadra da Mangueira foi marcado pela presença dos integrantes da escola de samba e pela rapidez dos confrontos

iG São Paulo |

Realizado neste sábado na quadra da Mangueira, no Rio de Janeiro, o Jungle Fight 34 foi marcado pela presença dos integrantes da escola de samba dentro do octógono na abertura do evento e pela pouca duração das lutas. Dos oito confrontos, apenas um não terminou em finalização ou nocaute e seis não passaram do primeiro round. No principal combate do dia, Adriano Martins ficou com o cinturão interino da categoria até 70 kg ao derrotar Neílson Gomes em apenas 1min21.

A vitória começou a ser construída com um direto de esquerda que Adriano conseguiu encaixar. Atordoado pelo soco, Neílson não conseguiu resistir à combinação de golpes aplicados pelo seu adversário na sequência e acabou nocauteado – tendo interrompida a série invicta que durava 11 lutas.

Conheça o mata-leão e veja como o golpe é aplicado

Outras duas lutas da categoria até 70 kg foram realizadas no evento. Vitor Riso venceu Rogério RG por finalização com chave de braço em pouco mais de três minutos do primeiro round. Já Ari Santos foi ainda mais rápido e superou Douglas Bertazine com um triângulo em 1min13s.

Veja as fichas dos lutadores que têm atualmente um cinturão do UFC

Também em 1min13s, o boliviano Bazan Rojas venceu com um mata-leão Lucas Rota, em duelo válido pela categoria até 77 kg.

Divulgação
Mestre-sala e porta-bandeira da Mangueira desfilam no octógono

O confronto mais rápido do dia ocorreu na categoria até 61 kg, quando Marcos Vinicius Sá Freire, o “Cabecinha”, nocauteou Maurício Rosi em apenas 36 segundos. Por outro lado, a outra luta desta categoria foi a única do dia que chegou até o fim: a contagem de pontos decretou a vitória de Sidnei de Oliveira sobre Reynaldo Reyzinho.

Rodolfo Buda derrotou Cleiton da Mangueira com um mata-leão logo aos três minutos de luta em duelo válido pela categoria até 93 kg. Já na categoria até 66 kg, Diego Akita nocauteou Francisco Cylderlan no terceiro round.

Leia tudo sobre: jungle fightlutas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG