De acordo com Dana White, falta apenas o multicampeão e lenda do boxe selar o compromisso para duelo acontecer

Uma das lutas mais esperadas dos últimos meses é, com certeza, entre o campeão do UFC, Conor McGregor, e o ex-boxeador Floyd Mayweather. Após muita especulação, parece que finalmente o duelo vai sair do papel. A revelação foi feita pelo presidente do Ultimate, Dana White, na noite desta quarta-feira e agitou o mundo da luta.

Leia também: St-Pierre não acredita em luta contra Anderson Silva: "Ele não é mais o mesmo"

Segundo o mandatário, já está tudo certo com o dono do cinturão do peso-leve do UFC, McGregor , e, agora, falta apenas o multicampeão e grande astro do boxe selar o compromisso.

Segundo Dana White, superluta entre Conor McGregor e Floyd Mayweather depende apenas do boxeador
Reprodução/Instagram
Segundo Dana White, superluta entre Conor McGregor e Floyd Mayweather depende apenas do boxeador

Leia também: Lutador amador de MMA aplica nocaute em 4 segundos e impressiona; assista

"Não estou dizendo que a luta vai acontecer, mas eu tenho o lado de McGregor resolvido. Agora é hora de trabalhar no outro", disse Dana White, em entrevista ao canal norte-americano TNT, logo após a vitória do Cleveland Cavaliers sobre o Boston Celtics por 117 a 104 pela final da Conferência Leste, na noite desta quarta-feira, em resposta a uma pergunta de Shaquille O'neal, ex-pivô e lenda da NBA.

"Lutar é fácil para mim porque eu dedico cada segundo do meu pensamento para isso", publicou o irlandês recentemente em seu Instagram.

Fighting is easy to me because I dedicate every single second of my thinking brain to it.

Uma publicação compartilhada por Conor McGregor Official (@thenotoriousmma) em

Carreiras

Floyd "Money" Mayweather se aposentou do esporte depois de vencer Andre Berto, em 12 de setembro de 2015, e fechou seu cartel perfeito de 49 vitórias em 49 confrontos. Ele foi campeão mundial nos pesos pena, leve, superleve, superpenas, meio-médio e médio-ligeiro. Um dos duelos mais comentados do norte-americano foi contra o filipino Manny Pacquiao, em 2 de maio de 2015.

Leia também: Aos 46 anos, ex-campeã da luta nos EUA tem fotos e vídeos de sexo vazados na web

Conor McGregor, por sua vez, ganhou notoriedade após derrotar o brasileiro José Aldo, em 12 de dezembro de 2015, e conquistar o título dos penas. Em novembro do ano passado, tornou-se o primeiro lutador do UFC a conquistar dois cinturões em categorias diferentes ao vencer Eddie Alvarez. Seu cartel, apesar de não ser perfeito como o de Floyd, é de 21 vitórias e três derrotas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.