Weidman atropela Belfort; Cormier é o novo campeão meio-pesado do UFC

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Americano manteve o cinturão dos médios e a invencibilidade após nocautear o brasileiro aos 2min53s do primeiro assalto no UFC 187, realizado em Las Vegas (EUA)

Se Vitor Belfort já foi chamado de fenômeno, está na hora de encontrar um apelido à altura de Chris Weidman. Ainda subestimado no MMA mesmo sendo o campeão dos médios, o americano mostrou todo seu potencial ao nocautear o brasileiro aos 2min53s do primeiro assalto e manter seu cinturão no co-evento principal do UFC 187, em Las Vegas (EUA), na noite deste sábado.

No ground and pound, Chris Weidman castiga Vitor Belfort no UFC 187. Foto: John Locher/APVitor Belfort e Chris Weidman trocam golpes no co-evento principal do UFC 187, em Las Vegas. Foto: John Locher/APChris Weidman festeja a vitória diante de Vitor Belfort no UFC 187. Foto: John Locher/APAnthony Johnson não resiste a Daniel Cormier e perde a luta principal do UFC 187, em Las Vegas. Foto: John Locher/APDaniel Cormier finaliza Anthony Johnson para conquistar o cinturão dos meio-pesados no UFC 187. Foto: John Locher/APDaniel Cormier recebe o cinturão dos meio-pesados após vencer Anthony Johnson na luta principal do UFC 187. Foto: John Locher/AP


Belfort até teve iniciativa no começo, com uma sequência de golpes que levou o rival à grade, mas Weidman mostrou sua força de nocaute e controle da luta, levou o brasileiro para o solo e, em situação favorável, castigou o adversário até ser interrompido pelo árbitro Herb Dean. Com isso, o americano chegou à 13ª vitória e se manteve invicto como profissional.

Leia: Terremoto atinge Las Vegas, palco do UFC 187 neste sábado, e assusta lutador

"Parem de duvidar de mim e entrem para o meu time. É o último aviso que dou", desabafou Weidman, algoz de Anderson Silva em duas oportunidades, após ampliar seu cartel favorável contra brasileiros - ele também já superou Lyoto Machida na defesa anterior de cinturão que fez.

Weidman x Belfort deveria ter acontecido em 2014, mas o uso de TRT por parte do brasileiro, um tipo de reposição hormonal, passou a ser ilegal e adiou o combate. O americano, no entanto, se lesionou duas vezes em treinamentos, prorrogando ainda mais o embate.

O campeão dos médios, porém, lembrou o episódio do rival com o TRT após o combate: "Eu tinha programado na mente que seria uma luta agarrada. Mas quero uma salva de palmas para Vitor Belfort, ele é uma lenda do esporte. Eu sou a última pessoa que gosta de falar mal dos outros, só tinha algo de errado com seus testes. Mas não quero xingar ninguém."

Um novo campeão

O combate principal do UFC 187 definiria o novo dono do cinturão dos meio-pesados, que ficou sem dono após o americano Jon Jones se envolver num acidente de trânsito e deixar o local sem prestar socorro às vítimas, além de andar com drogas no interior do veículo.

Melhor para Daniel Cormier, que finalizou Anthony Johnson com um mata-leão no terceiro assalto para tomar o cinturão que teve a chance de conquistar no início do ano, mas perdeu para Jones no octógono.

Confira os resultados das lutas do UFC 187:

CARD PRINCIPAL
Daniel Cormier venceu Anthony Johnson por finalização aos 2m39s do terceiro round
Chris Weidman venceu Vitor Belfort por nocaute técnico aos 2m53s do primeiro round
Donald Cerrone venceu John Makdessi por nocaute técnico aos 4m44s do segundo round
Andrei Arlovski venceu Travis Browne por nocaute técnico aos 4m41s do primeiro round 
Joseph Benavidez venceu John Moraga por decisão unânime
CARD PRELIMINAR
John Dodson venceu Zach Makovsky por decisão unânime
Dong Hyun Kim venceu Josh Burkman por finalização aos 2m13s do terceiro round 
Rafael Sapo venceu Uriah Hall por decisão dividida
Colby Covington venceu Mike Pyle por decisão unânime
Islam Makhachev venceu Leo Kuntz por finalização aos 2m38s do segundo round
Justin Scoggins venceu Josh Sampo por decisão unânime

Leia tudo sobre: Vitor BelfortChris Weidmanufcufc 187mmalutas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas