Jon Jones se entrega à polícia, paga fiança, mas pode pegar três anos de prisão

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Campeão do UFC se envolveu em acidente de trânsito e fugiu da cena sem prestar socorro, deixando mulher grávida ferida

Jon Jones pagou fiança e deixou a delegacia
Steve Marcus/Getty Images
Jon Jones pagou fiança e deixou a delegacia

Acusado de abandonar o local de um acidente envolvendo danos pessoais, o campeão do UFC Jon Jones se entregou à polícia da cidade de Albuquerque, no estado do Novo México, nesta terça-feira. O lutador soberano nos meio-pesados estava desaparecido desde domingo, teve a fiança estipulada em 2.500 dólares (cerca de R$ 7.300).

E mais: Doping no UFC não deve prejudicar Anderson de ir aos Jogos

Jones passou cerca de três horas detido até pagar o valor estabelecido e ser liberado, informou a própria polícia. A lei permite que o acusado acompanhe o processo em liberdade, mas, por crime doloso, o atleta pegar uma pena de até três anos de prisão.

No último domingo, o norte-americano teria avançado um sinal vermelho, causando um acidente com outro carro, onde estava uma mulher grávida. A vítima era Vanessa Sonnenberg, que quebrou um braço. Depois do incidente, Jon Jones deixou o local a pé, abandonando o carro que tinha alugado - ainda encontraram maconha no veículo.

Jon Jones está escalado para duelar contra o compatriota Anthony Johnson, no UFC 187, agendado para 23 de maio. Por conta do acidente, o combate ainda não está 100% confirmado.

Relembre atletas que tiveram problemas com drogas:

Ídolo de clubes do Rio, como Botafogo e Fluminense, Paulo César Caju se entregou para as drogas após o fim de sua carreira. Caju experimentou cocaína e  disse que permaneceu viciado na droga durante 15 anos. Foto: ReproduçãoReinaldo, ídolo do Atlético-MG, chegou a ser condenado a quatro anos de prisão por envolvimento com tráfico de cocaína. Mais tarde, ele admitira o vício, mas negou o envolvimento com o tráfico. Foto: Reprodução/Galo MineiroUsuário de drogas desde quando jogava futebol, Casagrande intensificou o vício após o fim da carreira. O ex-jogador foi internado em uma clínica e admitiu o vício em cocaína e heroína. Foto: Claudio Augusto/Foto Rio NewsMaradona teve problemas com drogas desde a época em que era jogador. Foi viciado em cocaína desde 1983. Chegou a passar por clínicas de reabilitação, mas, em 2004, sofreu um infarto como consequência de uma overdose e ficou à beira da morte . Foto: APAlém do vício no álcool, Paul Gascoigne admitiu o uso de cocaína. Foto: APÍdolo do Corinthians no início da década de 90, o atacante Dinei foi pego no exame antidoping em 1996 pelo uso de cocaína. O jogador admitiu em entrevistas que já consumiu cola e maconha também. Foto: DivulgaçãoEm 2000, Junior Baiano foi pego no exame antidoping. O atleta negou que tenha consumido maconha, mas o defensor foi suspenso por 120 dias. Foto: Getty ImagesEm 2000, quando defendia o Palmeiras, o meia Lopes foi flagrado em antidoping por uso de cocaína. Foto: DivulgaçãoGiba foi flagrado em 2003 por uso de maconha e ficou suspenso pela Federação Italiana de Vôlei por cinco meses. Foto: Divulgação/FIVBCom passagem em times como Corinthians, Vasco e Portuguesa, o atacante Régis Pitbull viu sua carreira ser interrompida pelo consumo de crack. Foto: ReproduçãoO atacante André Neles ganhou o apelido Balada quando defendia o Palmeiras e admitiu uso de drogas em 2008. Foto: DivulgaçãoQuando despontava como uma das promessas do Botafogo, o atacante Jóbson foi pego por duas vezes no exame antidoping em 2009. Ele admitiu o uso de crack e foi suspenso duas vezes. Foto: DivulgaçãoEm 2008, Jardel admitiu que usava cocaína e afirmou que só consumia a droga nos períodos em que não tinha jogos a disputar, por isso não era pego no doping. Foto: ReproduçãoO volante Rodrigo Souto, quando atuava pelo Santos, foi pego por uso de cocaína e suspenso pela Conmebol por dois anos em 2008 . Foto: Vitor Silva/SSPressQuando atuava no Fluminense, o zagueiro Renato Silva fez um exame antidoping em que foi constatada a presença de THC (tetrahidrocanabinol) em seu organismo, substância química da maconha. O atleta assumiu ter fumado e pegou 120 dias de suspensão. Foto: Flickr/VascoEx-atacante do Palmeiras, Max, do América-RN foi flagrado no exame antidoping por consumo de cocaína e pegou dois anos de suspensão. . Foto: DivulgaçãoO atacante uruguaio Santiago "Morro" Garcia foi pego  no exame antidoping por uso de cocaína em partida entre o Nacional e Defensor, pelas finais do Campeonato Uruguaio 2010/2011. Foto: Futura PressFilho de Pelé, Edinho foi preso mais de uma vez acusado de associação ao tráfico de drogas. O ex-goleiro admitiu o uso de maconha e chegou a ser internado em clínicas de reabilitação. Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FCJovem jogador do Fluminense, Michael foi flagrado pelo antidoping e admitiu que era usuário de cocaína. Foto: Fernando Cazaes/PhotocameraPróximo rival de Anderson Silva, o americano Nick Diaz já foi flagrado por uso de maconha e defende a legalização da droga. Foto: Josh Hedges/Getty ImagesCampeão do meio-pesados do UFC, Jon Jones foi flagrado em exame antidoping que apontou a presença de benzoilecgonina, substância é o principal metabólito da cocaína. Foto: Reuters



Leia tudo sobre: Jon JonesMMAUFC

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas