Gari, garçom, policial e até engenheiro. Veja as profissões dos lutadores do UFC

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Antes da fama dentro dos octógonos, alguns lutadores do UFC fizeram de tudo para manter as economias

Mirko Cro-Crop atuava na Unidade Anti-terrorista durante a guerra pela Independência da Iugoslávia, durante os anos 1990. Foto: Getty ImagesShane Carwin, ex-campeão interino dos pesados,  é formado em engenharia e hoje exerce a profissão. Foto: Josh Hedges/UFCEx-campeão dos meio-médios, o canadense Georges St. Pierre trabalhou como gari e também já foi segurança de boate . Foto: Getty ImagesPaulo Thiago trabalha no BOPE do Distrito Federal. Foto: Alexandre Loureiro/UFCMesmo na época em que lutava pelo UFC, Rich Franklin (à esquerda) dava aulas de matemática. Foto: Getty ImagesCampeã dos galos e musa do MMA, Ronda Rousey admitiu que já encarou as noites como bartender. Foto: Divulgação / Wagner Carmo / InovaFotoAntes de entrar no UFC, o falastrão Chael Sonnen era corretor de imóveis nos EUA. Foto: Al Bello/Zuffa LLC/Getty ImagesEx-campeão dos meio-pesados, o já aposentado Chuck Lidell trabalhou como barman . Foto: Divulgação / UFCEx-campeão dos galos, o potiguar Renan Barão já trabalhou como chapeiro. Foto: ReutersLucas Mineiro já foi cortador de cana e garçom antes de entrar para o UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty ImagesEx-campeão dos pesos-pesados, Junior Cigano já se arriscou como garçom. Foto: Christian Petersen/Getty Images Qundo chegou ao Rio de Janeiro, em 2003, o campeão dos penas José Aldo trabalhou de crepeiro. Foto: Getty ImagesO meio-médio Demian Maia é formado em Jornalismo. Foto: Getty ImagesAntes de conquistar o cinturão do UFC e ganhar fama, Anderson Silva foi atendente de lanchonete. Foto: Marcelo Sá Barretto/Ag News
Leia tudo sobre: ufclutasmma

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas