Depois de segundo exame dar positivo para o uso de esteróide, presidente de comissão fala em realizar mais testes

Anderson Silva vai depor sobre o caso de doping no dia 17 de fevereiro em Las Vegas
Steve Marcus/Getty Images
Anderson Silva vai depor sobre o caso de doping no dia 17 de fevereiro em Las Vegas

Após ser flagrado em um exame surpresa realizado no dia 9 de janeiro e ter  caído em outro teste antidoping realizado  depois da luta contra o americano Nick Diaz, em 31 de janeiro, o lutador Anderson Silva deve ter novos exames pedidos pela Comissão Atlética do Estado de Nevada.

Bob Bennett, presidente da entidade, disse que deve oficializar a informação sobre o segundo teste ainda nesta sexta-feira e ainda comunicou que novos exames podem ser feitos para esclarecer o caso. 

"Nós não podemos comentar essa informação porque estamos trabalhando nos documentos do caso. O exame deve ser divulgado nas próximas 24 horas, mas não posso entrar em detalhes sobre ele. Os exames solicitados pela comissão foram os de costume: urina e sangue fora de competição e os exames do dia da luta, mas nós podemos solicitar algum exame adicional se acharmos que será importante para elucidarmos o caso", disse Bennett, ao site "Combate".

No dia 17, Anderson Silva deverá prestar esclarecimentos à comissão sobre o caso. Uma punição definitiva ao lutador deve ser aplicada dentro de um ou dois meses.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.