Um dia após anúncio do exame positivo, ex-campeão dos médios afirma inocência ao falar pela primeira vez sobre o caso

Anderson Silva foi pego no exame antidoping
Marcelo Sá Barretto/Ag News
Anderson Silva foi pego no exame antidoping

Durou pouco o silêncio de Anderson Silva depois do teste antidoping que acusou o uso de anabolizantes . Nesta quarta-feira, o lutador brasileiro emitiu um comunicado para se pronunciar pela primeira vez após o ocorrido. Ele não só se disse inocente como prometeu que fará de tudo para deixar isso bem claro. 

Leia ainda:  Técnico de Nick Diaz pede que UFC mude resultado da luta após doping de Anderson

"Estou fazendo consultas junto de minha equipe para explorar as opções que tenho e pretendo lutar contra essa alegação para limpar meu nome", afirmou o ex-campeão dos pesos médios.

Veja mais:  Anderson está "desapontado", mas nega uso de esteroides, diz médico do UFC

O UFC também se pronunciou sobre o assunto através de um comunicado, no qual demonstrou apoio total ao brasileiro. "Anderson nunca testou positivo para uma substância proibida. Nos guiando por isso, queremos garantir que Anderson teve todo o processo legal e iremos apoia-lo durante todo esse período. Durante o processo, ele continuará sendo o técnico do The Ultimate Fighter Brasil", disse a entidade, referindo-se ao reality show que terá neste ano a sua quarta edição. Maurício Shogun será o outro técnico.

Leia também:  Anabolizante utilizado por Anderson é injetável e pode causar até infertilidade

O anúncio do doping aconteceu dois dias depois da vitória de Anderson Silva sobre Nick Diaz no UFC 183. A luta que marcou o retorno dele às lutas depois de mais de um ano afastado do esporte, em decorrência da fratura na perna esquerda que teve em dezembro de 2013.

De acordo com o que o UFC divulgou na terça-feira, a substância encontrada no exame do brasileiro foi a Drostanolona, um esteroide anabólico que serve pra reforçar a rigidez dos músculos. O teste aconteceu no dia 9 de janeiro e foi realizado pela Comissão Atlética de Nevada. 

Relembre em imagens a luta de Anderson Silva no UFC 183:

V eja o comunicado completo de Anderson Silva:

"Estou competindo neste esporte há muito tempo, essa é minha 19ª luta no UFC. Passei por muitos exames durante esse período e nunca dei positivo para nenhuma substância.

Eu não usei nenhuma substância de aumento de performance. Minha posição sobre drogas continua sendo e sempre será a mesma. Eu advogo por um esporte limpo.

Estou fazendo consultas junto de minha equipe para explorar as opções que tenho e pretendo lutar contra essa alegação [de doping] para limpar meu nome. Eu não vou fazer mais nenhum comentário agora até que receba qualquer indicação da minha equipe."

Veja o comunicado completo do UFC:

Anderson Silva tem sido um dos maiores atletas que o esporte já viu. Ele tem uma longa e única carreira nas artes marciais mistas. Em nove anos com o UFC, Anderson nunca testou positivo para uma substância proibida. Nos guiando por isso, queremos garantir que Anderson teve todo o processo legal e iremos apoia-lo durante todo esse período. Durante o processo, ele continuará sendo o técnico do The Ultimate Fighter Brasil. Claro que vamos continuar acompanhando as ações da Comissão Atlética de Nevada.

Apoiamos irrestritamente o programa de testes da Comissão fora do período de competição, o qual temos financiado quando solicitado ao longo dos últimos dois anos. Testes dessa natureza são importantes para manter o esporte limpo. O diretor do laboratório de Salt Lake City já explicou o tempo de divulgação e o motivo pelo qual a comissão e o UFC não receberam os resultados antes do dia 3 de fevereiro, após a luta.

Uma vez que todos os resultados têm sido tornados públicos e a Comissão Atlética de Nevada tem tomado suas decisões, continuaremos respeitando o processo e avançando nesse sentido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.