Lutador paranaense foi escalado para ser treinador da quarta edição do TUF Brasil, ao lado de Anderson Silva. Antes disso, Shogun encara americano Ovince St. Preux neste sábado

Maurício Shogun Rua encara Ovince St. Preux neste sábado, em Uberlândia
shogun-ufc
Maurício Shogun Rua encara Ovince St. Preux neste sábado, em Uberlândia

A terceira e última edição do TUF Brasil é mais lembrada pelas confusões entre Wanderlei Silva e Chael Sonnen - rivalidade que chegou às vias de fato em um dos episódios - do que pelas lutas entre os concorrentes a um posto dentro do UFC. Agora, o Ultimate convocou Anderson Silva e Maurício Shogun Rua para tentar melhorar a imagem do reality show. 

Leia mais: Vitor Belfort confirma luta contra Weidman para 28 de fevereiro

Em entrevista ao iG , Shogun entende que a briga entre Sonnen e Wanderlei era "inevitável", mas condenou o entrevero da última edição do TUF. "Foi uma coisa inevitável. Todos conhecem eles e estavam com intrigas há muito tempo. A briga passou dos limites e não achei legal para o UFC", disse o lutador paranaense.

Shogun e Anderson são amigos, e o Ultimate já anunciou que não haverá luta entre os dois no fim do TUF Brasil 4. Os atletas terão adversários diferentes para enfrentar. Dessa forma, o paranaense acredita que pode melhorar a fama negativa do MMA, criada no último TUF, e provar que a modalidade não é selvagem. 

"Acho que o nosso esporte tem um pouco de preconceito e falam que é selvagem, mas não é. Vamos ter a chance de provar de que realmente é um esporte, podendo mostrar a filosofia da arte marcial. Eu e o Anderson não teremos intrigas dentro do TUF", garante Maurício Shogun Rua.

Protagonista do UFC Uberlândia
Porém, antes do início do TUF, que será realizado somente em 2015, Shogun volta aos octógonos neste sábado, em Uberlândia, Minas Gerais. Ele encara o americano Ovince St. Preux, na luta principal do evento.

Shogun teve o nariz deformado após sofrer nocaute para Dan Henderson
Divulgação/UFC
Shogun teve o nariz deformado após sofrer nocaute para Dan Henderson

Shogun enfrentaria Jimi Manuwa, mas o nigeriano sofreu uma lesão no último dia 29 de outubro e foi substituído por St. Preux. Às pressas, o paranaense precisou modificar sua rotina de treinos, mas não se sente prejudicado pela mudança repentina do rival.

"Muda muito coisa. A estratégia da luta muda, o Ovince é canhoto e agora tenho uma nova estratégia. É muito diferente, o Ovince busca mais a parte de chão, o ground and pound, enquanto o Manuwa é forte no muay thai. Mas não fui prejudicado. Isso acontece". 

Irregular dentro do Ultimate - sete derrotas e seis vitórias - Shogun busca reação e tem nova chance de lutar em casa. Após perder para Dan Henderson em Natal, no mês de março, ele terá a oportunidade de se redimir para o público brasileiro. "Lutar no Brasil é melhor. Não tem transtorno de viagem e alimentação. Luto em qualquer lugar, mas prefiro em casa", concluiu Maurício Shogun Rua, ex-detentor do cinturão dos meio-pesados. 

O canal Combate exibe o UFC Uberlândia neste sábado, a partir das 22h30 (horário de Brasília). 

Confira quem luta em Uberlândia:

Card principal

Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Ovince St. Preux
Peso-mosca: John Lineker x Ian McCall
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Alan Jouban
Peso-meio-médio: Cláudio Hannibal x Leon Edwards
Peso-palha: Juliana Lima x Nina Ansaroff

Card preliminar
Peso-pena: Diego Rivas x Rodolfo Rubio
Peso-médio: Caio Monstro x Trevor Smith
Peso-meio-médio: Dhiego Lima x Jorge Oliveira
Peso-leve: Leandro Buscapé x Charlie Brenneman
Peso-galo: Thomas Almeida x Tim Gorman
Peso-meio-médio: Wagnão Silva x Colby Covington

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.