Cigano leva suspensão médica por tempo indeterminado após surra de Velásquez

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Lutador brasileiro recebeu suspensão médica da Comissão Atlética dos Texas e só poderá voltar aos octógonos quando apresentar laudo de um otorrinolaringologista

Junior Cigano não deve voltar aos octógonos do UFC tão cedo. A Comissão Atlética do Texas suspendeu o brasileiro por tempo indeterminado, após ser castigado por Cain Velásquez no UFC 166, no último sábado, em Houston. O brasileiro precisará apresentar um laudo de um otorrinolaringologista para depois retomar os treinamentos. 

Comente a derrota de Cigano para Cain Velásquez!

Relembre cortes sangrentos do UFC:

Maurício Shogun ficou com o nariz torto após nocaute de Dan Henderson. Foto: DivulgaçãoGeorges St-Pierre ficou com o rosto bastante machucado após luta contra Johny Hendricks. Foto: APApós o combate, Georges St-Pierre e Johnny Hendricks se abraçam no octógono. Depois, viria a polêmica decisão dos jurados. Foto: ReutersCigano ficou com o rosto bastante machucado após ser castigado por Cain Velásquez. Foto: Nick Laham/Getty ImagesBrasileiro apanhou em todos os rounds e sangrou bastante no octógono. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty ImagesA luta chegou a ser interrompida devido aos sangramentos do brasileiro. Foto: Nick Laham/Getty ImagesCigano leva cruzado de direita de Velásquez em Houston. Foto: Nick Laham/Getty ImagesJunior Cigano foi jogado contra a grade durante os cinco rounds de luta. Foto: Nick Laham/Getty ImagesSanchez e Melendez fizeram luta agressiva e sangrenta em Houston. Foto: Nick Laham/Getty ImagesMelendez e Sanches fizeram luta selvagem e agressiva no UFC 166. Foto: Nick Laham/Getty ImagesDiego Sanchez teve corte profundo no supercílio esquerdo. Foto: Nick Laham/Getty ImagesDiego Sanchez sofreu corte acima do olho esquerdo após levar golpe de Melendez. Foto: Nick Laham/Getty ImagesLarsen sangra bastante após ser golpeado por Andre Fili. Foto: Nick Laham/Getty ImagesJeremy Larsen sofreu dois cortes na testa na derrota para Andre Fili. Foto: Nick Laham/Getty ImagesMesmo tendo derrotado Gustafsson, Jon Jones terminou o combate com o rosto ensanguentado. Foto: Getty ImagesDetalhe do rosto do sueco Alexander Gustafsson, após sua luta com Jon Jones, no UFC 165. Foto: Getty ImagesO combate entre Jon Jones e Alexander Gustafsson foi violento, a ponto do americano terminar bastante machucado. Foto: Getty ImagesJon Jones comemora muito sua vitória sobre Alexander Gustafsson, que ficou com o rosto bastante machucado. Foto: Getty ImagesPat Healy foi derrotado por Khabib Nurmagomedov e ainda terminou com o rosto bem machucado n UFC 165. Foto: Getty ImagesJon Jones e Alexander Gustafsson trocam golpes na disputa do cinturão dos meio-pesados do UFC 165. Foto: Getty Images/Steve RussellShane Carwin - Lutadores do UFC ficaram desfigurados após batalhas dentro do octógono. Foto: Getty ImagesAntônio Pezão foi arrasado por Cain Velásquez e perdeu muito sangue na luta pelo UFC 146. Foto: Getty ImagesRoy Nelson - Lutadores do UFC ficaram desfigurados após batalhas dentro do octógono. Foto: Getty ImagesWayon Lowe - Lutadores do UFC ficaram desfigurados após batalhas dentro do octógono. Foto: Getty ImagesChris Tuchscherer - Lutadores do UFC ficaram desfigurados após batalhas dentro do octógono. Foto: Getty ImagesNick Penner - Lutadores do UFC ficaram desfigurados após batalhas dentro do octógono. Foto: Getty ImagesMarcus Davis - Lutadores do UFC ficaram desfigurados após batalhas dentro do octógono. Foto: Getty ImagesMark Hominick - Lutadores do UFC ficaram desfigurados após batalhas dentro do octógono. Foto: Getty ImagesLutadores do UFC ficaram desfigurados após batalhas dentro do octógono. Foto: Getty ImagesLyoto Machida - Lutadores do UFC ficaram desfigurados após batalhas dentro do octógono. Foto: Getty ImagesCole Escovedo - Lutadores do UFC ficaram desfigurados após batalhas dentro do octógono. Foto: Getty ImagesEvan Dunham . Foto: Getty Images


Na luta principal do UFC 166, Cigano tentava retomar o cinturão dos pesos-pesados e fazia a trilogia contra o americano, porém foi castigado nos cinco rounds, sendo nocauteado no último. O brasileiro ficou com o rosto praticamente deformado após a luta e foi levado direto para um hospital em Houston.

Leia mais: Após surrar Cigano, Cain Velásquez posta foto do rosto machucado

Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images
Brasileiro apanhou em todos os rounds e sangrou bastante no octógono do UFC 166

Porém, não foi só Cigano que recebeu suspensão médica. Seu rival naquela noite, Cain Velásquez, está afastado até 18 de abril de 2014, por suspeita de uma fratura na mandíbula.

Confira ainda: Desafetos, Wanderlei Silva e Chael Sonnen serão os técnicos do TUF Brasil 3

Já Shawn Jordan, nocauteado por Gabriel Napão, também ficará parado por tempo indeterminado e precisará do laudo de um otorrino. Outro que necessita de avaliação médica é o americano Tim Boetsch. Ele foi atingido duas vezes no olho na vitória contra C.B Dollaway e ficará suspenso até mostrar um laudo de um oftalmologista.

Os demais atletas que participaram da noite de lutas receberam suspensões menores e vão ficar afastados, no máximo, até os primeiros dias de 2014.

Leia tudo sobre: ciganoufcufc 166cain velasquez

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas