Tamanho do texto

Norte-americano castigou o brasileiro durante os cinco rounds, conseguiu um nocaute no último e segue como campeão dos pesos-pesados do UFC

Cain Velásquez provou porque é considerado um lutador completo e número 1 dos pesos-pesados do UFC. O norte-americano aplicou nova surra em Junior Cigano e manteve o título da categoria. Ele encerrou a trilogia histórica diante do brasileiro com amplo domínio da luta e ainda conseguiu um nocaute no último round do combate, realizado em Houston, nos EUA. 

Leia mais: Nocauteado por russo, americano sai de maca e é levado para hospital em Houston

O que você achou da nova derrota de Cigano para Velásquez? Opine!


"Ele é o verdadeiro campeão. Ele me bateu. Ele me venceu, vou fazer o quê? Vou voltar para casa, vou treinar e vou voltar", disse o brasileiro logo após nova derrota para o americano.

A luta começou franca, com ambos em pé, porém sem nenhum grande golpe encaixado. O americano, especialista no wrestling, foi na perna do brasileiro para tentar as quedas e jogar o brasileiro contra o clinch. Cigano soube se defender, mas Velásquez dominou e aplicou mais golpes. No round seguinte não foi diferente. O americano levou o brasileiro para a grade, castigou nas joelhadas e manteve seu jogo eficiente. 

Junior Cigano foi jogado contra a grade durante os cinco rounds de luta
Nick Laham/Getty Images
Junior Cigano foi jogado contra a grade durante os cinco rounds de luta

Velásquez quase nocauteou Cigano no terceiro. O americano acertou um direto, o brasileiro foi ao chão, levou várias marteladas, se segurou como pôde e o árbitro Herb Dean manteve o combate. Com a guarda baixa e visivelmente cansado, o brasileiro levava mais golpes e mostrava o queixo duro para não ser nocauteado, porém era minado por Cain.

Jogado contra a grade durante todo o combate, o brasileiro teve um corte no supercílio esquerdo, que sangrava bastante, após uma cotovelada do americano. No último round, Cigano tentou um estrangulamento e ficou grogue, de joelhos, depois de bater a cabeça no chão. O árbitro parou a luta e deu a vitória para Cain Velásquez, que dominou o brasileiro amplamente durante todo o combate.

Melendez vence luta selvagem contra Diego Sanchez
Na melhor luta dos últimos tempos do UFC, Gilbert Melendez e Diego Sanchez fizeram um combate selvagem e levaram o Toyota Center à loucura. Em luta repleta de troca franca de socos, Melendez castigou o olho esquerdo de Sanchez, que acertou um uppercut e levou seu rival ao chão no terceiro round. No fim, após longa troca de golpes, o combate agressivo terminou com a vitória para Melendez, em decisão unânime dos juízes.

Napão acerta overhand e derruba Shawn Jordan
A noite do UFC 166 começou boa para os brasileiros. Gabriel Napão conquistou sua segunda vitória consecutiva no Ultimate ao nocautear Shawn Jordan logo no primeiro round.Após receber uma direto de esquerda, Napão caminhou para trás e mandou um overhand de direita bem na cara do americano, que caiu grogue no octógono do Toyota Center, em Houston.

Napão comemora vitória sobre Jordan em Houston
Nick Laham/Getty Images
Napão comemora vitória sobre Jordan em Houston


Peso-mosca irreverente vence por nocaute
Após brincar na pesagem e tirar foto com uma ring girl, o baixinho John Dodson abriu o card principal do UFC 166 em grande estilo. O campeão do TUF 14 nos EUA venceu Darell Montague por nocaute no primeiro round. Dodson castigou seu rival com sua esquerda, derrubou Montague, acertou mais socos até a interrupção do juiz. 

Confira os resultados do UFC 166:

Card principal
Cain Velasquez venceu Junior Cigano por nocaute no 5º round
Daniel Cormier venceu Roy Nelson por decisão unânime dos juízes
Gilbert Melendez venceu Diego Sanchez por decisão unânime dis juízes
Gabriel Napão venceu Shawn Jordan por nocaute no 1º round
John Dodson venceu Darrell Montague por nocaute no 1º round

Card preliminar
Tim Boetsch venceu CB Dollaway por decisão dividida dos juízes
Hector Lombard venceu Nate Marquadt por nocaute no 1º round
Jessica Eye venceu Sarah Kaufman por decisão dividida dos juízes
KJ Noons venceu George Sotiropoulos por decisão unânime dos juízes
Adlan Amagov nocauteou TJ Waldburger no 1º round
Tony Ferguson finalizou Mike Rio no 1º round
Andre Fili nocauteou Jeremy Larsen no 2º round
Kyoji Horiguchi nocauteou Dustin Pague no 2º round


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.