Tamanho do texto

Animado com a superluta entre o americano e o sueco, presidente do UFC admitiu que deseja uma revanche, mas lembra de promessa para Glover Teixeira

O combate entre Jon Jones e Alexander Gustafsson foi violento, a ponto do americano terminar bastante machucado
Getty Images
O combate entre Jon Jones e Alexander Gustafsson foi violento, a ponto do americano terminar bastante machucado

Visivelmente empolgado com a luta sangrenta e disputada entre Jon Jones e Alexander Gustafsson na noite de sábado, o chefão do UFC indicou uma possível revanche entre o americano e o sueco. Pior para o brasileiro Glover Teixeira, apontado como próximo postulante ao cinturão dos meio-pesados do Ultimate.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

“Não quero cravar nada, mas eu quero ver uma segunda luta depois de tudo que aconteceu. Quem não quer ver? Todo mundo quer ver", disse Dana White na coletiva após o evento.

Leia mais: Em combate feroz, Jones derrota Gustafsson e mantém cinturão no UFC

Glover Teixeira tinha a promessa de uma disputa pelo cinturão depois de vencer Ryan Bader em Belo Horizonte. Agora, ao que tudo indica, o brasileiro terá de esperar mais um pouco por esse combate. 

Veja fotos do UFC 165:


“Tinha prometido e falado que o Glover estava pronto para disputar o cinturão. Mas o que vou fazer agora? Não vou falar que ele vai ter de esperar, porque não conversei com nenhum dos dois, mas gosto muito da ideia de uma revanche”, completou o mandatário do UFC.

A coletiva do UFC 165 não teve a presença de Jon Jones e Alexander Gustafsson. Após o duelo épico e sangrento, os dois lutadores tiveram de ir para o hospital para receber curaviso e realizar exames. Ambos não sofreram nenhuma fratura, mas certamente só voltam ao octógono no ano que vem.

Glover nocauteou Ryan Bader em Belo Horizonte
Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images
Glover nocauteou Ryan Bader em Belo Horizonte