Lutador brasileiro acertou chute no joelho de seu adversário logo no primeiro round e se viu forçado a procurar outras maneiras de manter seu cinturão

José Aldo acerta soco em Chan Sung Jung em vitória sobre o coreano no UFC 163
Reuters
José Aldo acerta soco em Chan Sung Jung em vitória sobre o coreano no UFC 163

Para vencer Chan Sung Jung e seguir com o cinturão dos penas do UFC, José Aldo teve de mostrar versatilidade neste sábado, na Arena HSBC, no Rio de Janeiro. O lutador manauara contundiu o pé logo no primeiro round e se viu obrigado a praticamente abdicar dos chutes para derrotar seu adversário.

O que achou da vitória de José Aldo no UFC 163? Deixe seu comentário!

“No primeiro chute que eu dei, ele deixou o joelho. Não sei se quebrei, mas tá inchado e nem consigo andar direito”, disse o brasileiro, que defendeu o cinturão pela quinta vez e conquistou a sua décima quinta vitória consecutiva no MMA.

Com dificuldades e dores no pé, Aldo buscou outras alternativas. Conectou socos e tentou levar a luta para o chão para se manter com o cinturão. No fim, se aproveitou da lesão no ombro de seu oponente para definir a luta e levar o público que veio à Arena HSBC ao delírio.

LEIA:  José Aldo nocauteia Zumbi Coreano e mantém o cinturão dos penas

“Sempre procuro estar pronto. Não jogo só com uma arma, tenho um arsenal preparado para quem vier tentar tirar o meu cinturão”, disse o brasileiro, que teve de deixar a coletiva às pressas para cuidar de seu pé machucado.

Depois de limpar a categoria dos penas, Aldo pode subir de peso e lutar na categoria de cima. Ben Henderson é o detentor do cinturão e o brasileiro teria luta imediata pelo título, caso opte pela mudança. Antes disso, Henderson encara Anthony Pettis, que seria o adversário do brasileiro neste UFC 163, porém o americano teve uma contusão e deu lugar ao Zumbi Coreano.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.