Após a derrota para Phil Davis, Lyoto detonou a decisão dos árbitros e deixou no ar a possibilidade de mudar de categoria

Lyoto Machida foi derrotado pelo norte-americano Phil Davis, em decisão que revoltou torcedores
AP
Lyoto Machida foi derrotado pelo norte-americano Phil Davis, em decisão que revoltou torcedores

Não foi apenas o público brasileiro que achou injusta a derrota de Lyoto Machida para Phil Davis na segunda luta principal do UFC 163, realizado no último sábado, no Rio de Janeiro. Presidente do UFC, Dana White também cornetou a decisão dos árbitros.

Achou justa a derrota de Lyoto Machida no UFC 163? Deixe seu comentário

“Eu marquei vitória do Lyoto Machida nos três rounds, mas é isso que acontece quando você deixa a decisão nas mãos dos juízes ”, escreveu Dana White, em sua conta no Twitter. De acordo com a contagem dos árbitros, Phil Davis ganhou dois dos três rounds do combate.

Triste com o resultado da luta, Lyoto Machida fez um desabafo durante a coletiva de imprensa do UFC 163. “Muitas vezes, não entendemos qual regra é colocada. Treinamos em cima de uma regra e somos surpreendidos pelos juízes. Não sei se eles analisam a luta como o wrestling, onde ganha quem derruba mais. Foi um resultado muito polêmico”, comentou.

LEIA:  Em decisão polêmica, Lyoto perde em casa, e torcida se revolta

Com a derrota, a situação de Lyoto Machida nos meio-pesados ficou complicada. O brasileiro, que era o número um no ranking da categoria, precisava vencer no UFC 163 para receber a oportunidade de lutar pelo cinturão contra o ganhador do duelo entre Jon Jones e Alexander Gustafsson.

Inclusive, por causa do resultado polêmico, o brasileiro cogita até mudar para a categoria peso médio do UFC. “É difícil falar agora. Quem sabe não existe a possibilidade de descer de peso”, explicou Lyoto Machida, citando a divisão que era dominada pelo brasileiro Anderson Silva.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.