Tamanho do texto

Após a pesagem do UFC 162, Anderson Silva e Chris Weidman roubaram a cena na tradicional encarada

Anderson e Weidman se enfrentam neste sábado
Getty Images
Anderson e Weidman se enfrentam neste sábado

Adversários na luta principal do UFC 162, Anderson Silva e Chris Weidman roubaram a cena na encarada oficial do evento, nesta sexta-feira, em Las Vegas. Com o rosto colado no norte-americano, o brasileiro encostou seu lábio na boca do desafiante.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Depois, em entrevista ao Sportv, o campeão dos médios do UFC mostrou bom humor e até brincou sobre o selinho que deu em Chris Weidman. “Na verdade, eu não queria beijar ninguém. Eu dei uma encarada, ele me deu uma encarada e acabou rolando”, disse.

E mais: Lutador ideal para vencer Anderson, Weidman quer levar brasileiro ao inferno

Após quase nove meses de espera, Anderson Silva retorna ao octógono mais famoso do mundo em busca de sua 17ª vitória no UFC. Na história do evento, apenas Matt Hughes supera o brasileiro no número de vitórias. No entanto, o americano precisou de 25 lutas para conquistar 18 vitórias. Já Anderson venceu os 16 combates que disputou.

Relembre todas as vitórias do brasileiro no UFC:

Campeão dos médios desde agosto de 2006, o brasileiro vai defender o cinturão do UFC pela décima vez. Contando todas as lutas valendo o título, apenas três foram para o quinto round. Contra Demian Maia e Tales Leite, Anderson conquistou a vitória em decisão unânime dos árbitros. Já no primeiro duelo contra Chael Sonnen, o brasileiro finalizou o falastrão americano no último round.

Veja também: Anderson diz não temer Jon Jones ou qualquer lutador do UFC

Além de ser o recordista de vitórias seguidas e também de defesas de cinturão no UFC, Anderson Silva é dono da maior marca de nocautes da história do evento. Das 16 lutas que disputou, o brasileiro aniquilou o adversário em 11 oportunidades.