O corte de Santiago Ponzinibbio impediu o primeiro confronto entre Brasil e Argentina no maior campeonato de MMA do mundo

O argentino Santiago Ponzinibbio sofreu lesão e foi cortado da final do TUF Brasil II
Divulgação/UFC
O argentino Santiago Ponzinibbio sofreu lesão e foi cortado da final do TUF Brasil II

Assim como na primeira decisão do reality show The Ultimate Fighter Brasil, a final da segunda edição do programa foi alterada por causa da lesão de um dos lutadores. Para piorar, o corte de Santiago Ponzinibbio impediu o inédito duelo entre Brasil e Argentina em pleno octógono do UFC. O "hermano" quebrou a mão durante a vitória na semifinal e foi cortado do duelo contra William Patolino, neste sábado, na segunda luta principal do UFC Fortaleza.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Na primeira edição do TUF Brasil, Daniel Sarafian se lesionou durante o período de treinamentos para a final e foi substituído por Serginho Morais, que acabou perdendo a decisão do programa para César Mutante. Neste ano, Léo Santos ficou com a vaga de Santiago Ponzinibbio apesar da derrota para o argentino na semifinal.

Apontado como a principal revelação da segunda temporada do programa por causa da idade, Willian Patolino lamentou a lesão de Santiago. O lutador, de 21 anos. disse que estava empolgado para disputar o primeiro duelo Brasil x Argentina da história do UFC. “Fiquei triste com a notícia da lesão do Santiago. Seria muito importante ter esse duelo entre Brasil e Argentina. O Santiago é um lutador muito duro. Seria uma final interessante”, comentou.

Leia mais: Anderson admite possibilidade de não cumprir contrato com o UFC

Treinador de Santiago Ponzinibbio durante o TUF Brasil II, Rodrigo Minotauro exaltou as qualidades do lutador argentino. De acordo com a lenda do MMA, o argentino protagonizou os melhores combates do programa e tinha tudo para fazer uma grande decisão contra William Patolino.

“O Santiago foi sensacional durante toda a competição. Ele fez três das quatro melhores lutas do programa. O Santiago é um cara que vai para cima. Ele tomou knockdown em duas lutas, mas conseguiu de recuperar e venceu os combates. Ele mostrou muito coração. Não foi bom apenas no quesito técnico. Ele fez história como primeiro argentino que chegou tão longe no mma”, opinou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.