Mulheres roubam a cena e Zingano vence segunda luta feminina da história do UFC

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Cat Zingano e Miesha Tate disputaram a segunda luta feminina da história do UFC e levantaram o público que lotou o Mandalay Bay Center, em Las Vegas

Josh Hedges/Zuffa LLC/ Getty Images
Zingano acertou sequência de joelhadas para nocautear Tate

As mulheres estão em alta no UFC. No último sábado, durante a disputa do TUF Finale 17, Cat Zingano e Miesha Tate disputaram a segunda luta feminina da história do UFC e levantaram o público que lotou o Mandalay Bay Center, em Las Vegas. Após levar a pior nos dois primeiros rounds, Cat Zingano mostrou poder de reação no último round e nocauteou a adversária com uma bela sequência de joelhadas.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com o resultado, Cat Zingano vai ganhar a oportunidade de enfrentar Ronda Rousey, campeão da categoria peso-galo feminina do UFC. De quebra, as duas serão as treinadoras da 18ª edição do reality show The Ultimate Fighter, previsto para ser exibida nos Estados Unidos em setembro.

Leia mais: Lutador é suspenso do UFC após ofender atleta transexual

Por causa do ótimo desempenho de Cat Zingano e Miesha Tate, o UFC deu o prêmio de melhor combate da noite para as lutadoras e cada uma ganhou um bônus extra de 50 mil dólares (cerca de R$ 100 mil).

Zingano castigou o rosto de Tate. Foto:  Josh Hedges/Zuffa UFCZingano acertou sequência de joelhadas para nocautear Tate. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/ Getty ImagesTate aplica bela queda em Zingano. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty ImagesZigano tenta acertar chute alto em Tate. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty ImagesKelvin Gastelum (à direita) levou a melhor contra Uriah Hall e venceu o TUF 17. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/ Getty Images


Brasileiro é nocauteado

Único brasileiro que participou do TUF Finale, o peso pesado Gabriel Napão foi nocauteado pelo americano Travis Browne durante o primeiro round. O resultado da luta, inclusive, gerou muita polêmica. Antes de conseguir o nocaute, Browne desferiu algumas cotoveladas ilegais na nuca do brasileiro. No entanto, o árbitro ignorou os golpes e decretou a derrota do brasileiro.

Favorito perde decisão do TUF

Considerado um dos melhores lutadores de todas as edições do reality show The Ultimate Fighter, o jamaicano Uriah Hall sentiu a pressão e foi derrotado pelo azarão Kelvin Gastelum. Sem conseguir aplicar os chutes e socos que levaram três adversários do TUF para o hospital, Uriah Hall sofreu a derrota em decisão dividida dos árbitros.

Leia tudo sobre: UFCMMAZinganoTUF

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas