Wanderlei Silva relembra os velhos tempos e brilha no Japão com nocaute

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Brasileiro, ex-campeão do antigo Pride, travou um duro duelo com o americano Brian Stann e venceu o rival por nocaute avassalador em Saitama

Wanderlei Silva não teve dó de Brian Stann e venceu por nocaute a principal luta do UFC Japão, realizado em Saitama. Foto: Getty ImagesWanderlei Silva não teve dó de Brian Stann e venceu por nocaute a principal luta do UFC Japão, realizado em Saitama. Foto: Getty ImagesWanderlei Silva não teve dó de Brian Stann e venceu por nocaute a principal luta do UFC Japão, realizado em Saitama. Foto: Getty ImagesBrian Stann ficou com o rosto bastante castigado no combate em que foi nocauteado por Wanderlei Silva, no UFC Japão. Foto: Getty ImagesWanderlei Silva não teve dó de Brian Stann e venceu por nocaute a principal luta do UFC Japão, realizado em Saitama. Foto: Getty ImagesWanderlei Silva não teve dó de Brian Stann e venceu por nocaute a principal luta do UFC Japão, realizado em Saitama. Foto: Getty ImagesWanderlei Silva não teve dó de Brian Stann e venceu por nocaute a principal luta do UFC Japão, realizado em Saitama. Foto: Getty ImagesWanderlei Silva não teve dó de Brian Stann e venceu por nocaute a principal luta do UFC Japão, realizado em Saitama. Foto: Getty Images


Wanderlei Silva tem razões de sobra para ser uma verdadeira lenda no Japão. Antigo campeão dos médios do extinto Pride, o brasileiro é idolatrado pelos fãs japoneses e não os decepcionou na disputa do UFC Japão, o UFC on Fuel, na madrugada deste domingo, em Saitama. Com um nocaute avassalador no segundo round, ele bateu o americano Brian Stann, herói de guerra americano, na principal luta do programa.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Estou muito orgulhoso. Obrigado Dana White e UFC por me darem essa oportunidade de lutar aqui no Japão”, disse Silva após a vitória. O brasileiro ainda levou os bônus de Luta e Nocaute da Noite com sua performance diante de Stann. “Estou orgulhoso de dar isso a vocês, meus irmãos japoneses. Meu córner me disse o que eu precisava fazer. Estou feliz por fazer o meu trabalho e voltar a vencer aqui,” completou Silva.

E o que não faltou ao longo do combate foi emoção aos japonses que lotaram a Saitama Super Arena. Logo de início, a luta foi franca e com ampla troca de golpes, com momentos de vantagem para os dois lados. Um golpe ilegal interrompeu a ação por alguns instantes. Na volta, Stann conectou dois bons chutes, enquanto o "Cachorro Louco" tentava seus jabs. A luta voltou a ficar frenética com a trocação e o brasileiro acabou caindo por baixo com Stann dentro de sua guarda.

O saldo do primeiro round foi um corte no nariz do americano e o rosto ferido de Wanderlei Silva. O segundo assalto começou com os lutadores se estudando mais, porém um novo chute abaixo da linha de cintura do brasileiro paralisou a luta novamente.

Veja também: Anderson Silva descarta luta contra Chris Weidman: "É um garoto, uma criança"

Mas quando tudo parceria caminhar para o terceiro round, a luta foi concluída com uma combinação de golpes de Wanderlei Silva, um cruzado de direita seguido de um gancho de esquerda, que levou o americano ao solo. Foi quando o "Cachorro Louco" aplicou mais golpes de direita até ser decretado o nocaute, aos 4min08s do segundo assalto. 

Leia tudo sobre: UFCUFC JapãoWanderlei SilvaBrian Stann

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas