Americano disse que achou o desafio do brasileiro engraçado após assistir ao UFC São Paulo no último fim de semana

Passada a vitória por nocaute sobre Michael Bisping no UFC São Paulo , Vitor Belfort surpreendeu ao desafiar Jon Jones para uma revanche ao invés de Anderson Silva. Mas se depender do atual campeão dos meio-pesados, o combate não irá acontecer. Em entrevista à ESPN, Jones elogiou o brasileiro, mas fez questão de ressaltar que ele não fez nada para merecer um novo combate.

Você acha que Jon Jones deveria aceitar o desafio de Belfort? Opine com outros fãs

“Não (sobre o interesse na revanche contra Belfort). Achei engraçado. Não esperava por isso, foi algo bem aleatório. Tirando a chave de braço, não vejo por que ele merece uma revanche. A luta não foi disputada. Achei engraçado, mas ainda tenho muito respeito por ele. Talvez ele estivesse muito emocional. Estava em São Paulo e deixou as emoções o dominarem”, afirmou Jones antes de exaltar o desempenho de Belfort.

Victor Belfort comemora vitória sobre Michael Bisping no UFC São Paulo
AP
Victor Belfort comemora vitória sobre Michael Bisping no UFC São Paulo

“Julgando pela chave de braço eu sou obrigado a dizer que sim”, afirmou Jones ao ser perguntado se o brasileiro foi seu maior desafio dentro do octógono.

Veja também: Belfort brilha com nocaute no UFC SP e desafia Jones após vitória

Vitor Belfort quase roubou o título de Jon Jones ao encaixar uma chave de braço e machucar o oponente logo no primeiro round. Porém, o campeão se recuperou e depois aplicou uma surra no carioca até conseguir a vitória por finalização no quarto round.

Confira ainda: Apesar de nocaute, UFC descarta revanche entre Vitor e Anderson

Depois da derrota, Belfort voltou ao octógono contra Michael Bisping (no peso médio) no último sábado. E depois de conseguir a vitória por nocaute no segundo round, ele fez o novo desafio a Jones aproveitando para chamar Chael Sonnen de palhaço.

“Pessoas estúpidas dizem coisas estúpidas. Mas até um relógio quebrado acerta duas vezes por dia”, comentou Sonnen, também presente no programa da ESPN.

“Eu achei que eles estava me desafiando e eu aceitei. Ai as pessoas me explicaram que ele na verdade queria o meu lugar, lutar contra o Jon Jones. Claro que eles já lutaram, e o Vitor acabou destruído. Mas ele teve uma boa vitória contra o Bisping, eu admito”, concluiu Sonnen.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.